Scania investe no segmento de semipesados com o lançamento de motores de 7 e 9 litros

A chegada da nova geração de caminhões Scania ao Brasil não se destaca apenas pelo design imponente e futurístico, mas também pela apresentação de novos motores, especialmente para o segmento de semipesados, um dos mais concorridos do mercado nacional.

Para este segmento a montadora sueca passa a oferecer duas novas opções de motorização com cinco diferentes variações de potência. São elas, motores de 7 litros (220 cv, 250 cv ou 280 cv) e motores de 9 litros (280 cv, 320 cv ou 360 cv).

Além de reforçar a presença da marca no segmento de semipesados, os novos motores de 9 litros reforçam ainda o desafio de mudar o mundo do transporte, aceito pela Scania, ao oferecer opções movidas a combustíveis alternativos, como por exemplo, GNV/Biometano (280 cv e 340 cv) e bioetanol (280 cv).

Outra grande novidade da motorização Scania é a matéria-prima utilizada em sua construção. Os motores passam a ser produzidos em CGI, um composto compactado de ferro e grafite que duplica a resistência a fadiga. Dessa forma, eles estão ainda mais preparados para suportar o aumento na pressão de combustão dentro do cilindro. Apesar de mais robusto e resistente, os novos motores continuam leves , o que proporciona um melhor desempenho do veículo.


Para garantir uma significativa redução no consumo de combustível, os novos motores vêm acompanhados ainda de novidades no consagrado câmbio automatizado Opticruise. A partir de agora a Scania está introduzindo o lay shaft brake, um sistema de freio de eixos como padrão nas caixas Opticruise.

Segundo a Scania, ao combinar a aerodinâmica dos novos veículos (2%) com as novidades de motorização (8%) e com as inovações do Scania Opticruise (2%), chega-se a uma economia de até 12% no consumo de diesel em relação aos modelos anteriores.

E para comprovar e garantir o melhor desempenho da nova geração bem como dos novos motores nas operações de transporte brasileiras, a Scania contou com a colaboração de seus principais clientes. No segmento de semipesados a empresa escolhida foi a Rápido ABC, de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul. Por cerca de um ano, a empresa gaúcha contou com um Scania P 280 (7 litros) em suas operações entre o Rio Grande do Sul e São Paulo e confirmou a significativa redução de 12% no consumo de combustível em relação aos modelos anteriores.


Apresentada oficialmente no fim de outubro de 2018, mais precisamente nos dias 29 e 30, a nova geração de caminhões Scania já está sendo comercializada em todas as concessionárias do país. Entretanto, o faturamento dos pedidos, ou seja, a entrega está prevista para começar a partir de fevereiro de 2019, ano em que Scania projeta alta de até 20% no mercado de caminhões.


Saiba mais sobre a nova geração Scania:

TEXTO: Lucas Duarte

Postar um comentário

0 Comentários