Scania apresenta motor de 540 cv e 6 cilindros em linha

Atenta as demandas e necessidades do transporte rodoviário de cargas brasileiro, a Scania relevou na última quinta-feira (2) o lançamento de um novo motor de 13 litros com 540 cavalos de potência e seis cilindros em linha. A novidade faz parte da nova geração de caminhões que chega o Brasil e a América Latina a partir de outubro.

LEIA: Nova geração de caminhões Scania chega ao Brasil 

Além da nova potência, o novo motor se destaca pela alta tecnologia e inovação empregada em seu desenvolvimento. Segundo a Scania, os motores da nova geração contam com tecnologia de alta pressão de injeção de diesel e com múltiplos pontos para diminuir o consumo, os ruídos e as emissões; além disso, receberam novos sistemas de gerenciamento e instalações. 
“Essas atualizações tornam a Nova Geração as maiores máquinas de economia de combustível da história da Scania. O que já era uma promessa de marca subiu muitos degraus na busca da perfeição motriz, do estado da arte”, afirma Celso Mendonça, gerente de Pré-Vendas da Scania no Brasil. “Há outras formas de reduções de consumo, com a correta especificação do veículo levando em conta as características de utilização atrelados com o caminhão.”
Outra grande novidade da motorização Scania é a matéria-prima utilizada em sua construção. Os motores passam a ser produzidos em CGI, um composto compactado de ferro e grafite que duplica a resistência a fadiga. Dessa forma, ele está ainda mais preparado para suportar o aumento na pressão de combustão dentro do cilindro. Apesar de mais robusto e resistente, o novo motor continua leve, o que proporciona um melhor desempenho do veículo.
Segundo a Scania, o inédito motor de 540 cavalos de potência que faz sua estreia mundial no mercado brasileiro, substituirá o atual motor de 510 cavalos apresentado em outubro de 2017. Este aumento de potência é garantido graças ao programa de "Evolução contínua do produto", que possibilitou uma combustão mais eficiente, capaz de aumentar a potência e o torque, sem exceder as emissões e o gasto de diesel.
A nova linha recebeu ainda aperfeiçoamento em outros componentes, como no tanque de ARLA 32 (Agente Redutor Líquido Automotivo), no sistema de SCR (Redução Catalítica Seletiva), nos cabeçotes, nas tampas de válvulas, no sistema de filtragem de combustível e nas bombas de baixa e alta pressão.
Ainda sendo a Scania, a nova potência de 540 cavalos estará disponível para pedidos assim como toda a nova geração de caminhões a partir de 29 de outubro, data oficial de lançamento na América Latina. Já as primeiras entregas serão feitas a partir de fevereiro de 2019.

TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário