Scania projeta alta de até 20% no mercado de caminhões em 2019

Atenta a retomada gradativa economia nacional e confiante no desempenho da nova geração de caminhões apresentada oficialmente ao Brasil nesta segunda-feira (29), a Scania acredita que em 2019 o mercado de caminhões acima de 16 toneladas (semipesados e pesados), deverá crescer entre 10% e 20% na comparação com 2018.
“O setor de caminhões vive momento de recuperação ao longo do ano. A tendência é seguir este movimento para 2019”, afirma Roberto Barral, vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil. “A ressalva é que não sabemos como se comportará o mercado em geral quando o novo presidente colocar em prática sua política econômica. Independente disso, já firmamos nosso investimento de R$ 2,6 bilhões até 2020 e confiamos no potencial do País”.
Batizada de "A verdadeira ‘Máquina dos Sonhos’", a nova geração de caminhões Scania chega ao Brasil com 19 opções de cabine, 14 configurações de eixos, 26 entre-eixos, 4 motores, 11 potências e possibilidade de redução de até 12% no consumo de diesel quando aplicada de forma correta em cada operação. 

“Estamos confiantes e animados com os desafios que teremos em 2019 pela chegada da Nova Geração de Caminhões e sua promessa de economia de até 12% em relação à linha atual. A rede está na mesma sintonia e pronta para surpreender o cliente com a ‘Máquina dos Sonhos’ e as demais soluções da marca”.
Tratando-se ainda do ano de 2018, a montadora também relevou nesta segunda-feira (29) uma projeção de vendas duas vezes maior que a feita no início deste ano. Para 2018, a Scania dobra sua expectativa feita no início do ano. “A Scania deverá crescer 60% sobre os 5.754 caminhões comercializados em 2017. Prevemos que o mercado total acima de 16 toneladas venderá cerca de 50 mil unidades”, completa Barral. 

TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário