Scania apresenta 6 novas potências ao mercado brasileiro

O recente pré-lançamento da nova geração de caminhões Scania não se restringe apenas a novidades estéticas dos modelos, mas também a importantes inovações mecânicas, como por exemplo a apresentação de seis novas potências ao mercado brasileiro: 220, 280, 320, 410, 500 e 540 cavalos. 


As novas potências de 220 e 280 cavalos acompanham ainda outra novidade da marca sueca no Brasil, a chegada do motor de 7 litros para o segmento semipesado. Segundo a marca o lançamento tem como objetivo oferecer mais opções ao cliente desta importante faixa do mercado.

Além das novas potências, os novos motores se destacam pela alta tecnologia e inovação empregada em seu desenvolvimento. Segundo a Scania, os motores da nova geração contam com tecnologia de alta pressão de injeção de diesel e com múltiplos pontos para diminuir o consumo, os ruídos e as emissões; além disso, receberam novos sistemas de gerenciamento e instalações. 

“Essas atualizações tornam a Nova Geração as maiores máquinas de economia de combustível da história da Scania. O que já era uma promessa de marca subiu muitos degraus na busca da perfeição motriz, do estado da arte”, afirma Celso Mendonça, gerente de Pré-Vendas da Scania no Brasil. “Há outras formas de reduções de consumo, com a correta especificação do veículo levando em conta as características de utilização atrelados com o caminhão.”

Outra grande novidade da motorização Scania é a matéria-prima utilizada em sua construção. Os motores passam a ser produzidos em CGI, um composto compactado de ferro e grafite que duplica a resistência a fadiga. Dessa forma, eles estão ainda mais preparados para suportar o aumento na pressão de combustão dentro do cilindro. Apesar de mais robusto e resistente, os novos motores continuam leves , o que proporciona um melhor desempenho do veículo.

Para garantir uma significativa redução no consumo de combustível, os novos motores vem acompanhados ainda de novidades no consagrado câmbio automatizado Opticruise. A partir de agora a Scania está introduzindo o lay shaft brake, um sistema de freio de eixos como padrão nas caixas Opticruise.  


“Trata-se de uma solução simples que faz uma grande diferença quando relacionada a condução e desempenho", diz Mendonça. “Graças ao freio do eixo, a nossa caixa de câmbio, GRS905, realiza a troca em 0,4 segundos, o que significa que o tempo de mudança de marcha foi reduzido pela metade. Na prática, tornou-se tão rápido que pode dispensar outros tipos de soluções complicadas e que afetam a manutenção.” 

Utilizar o lay shaft brake não só reduz o tempo de mudança de marcha, mas também contribui para que a pressão do turbo seja mantida. Portanto, o veículo irá aumentar a velocidade para a próxima marcha com maior torque, mantendo a suavidade das trocas. Este recurso irá melhorar a dirigibilidade em condições difíceis e levar ao aumento de desempenho em todos os tipos de condução rodoviária, incluindo a partida.

Segundo a Scania, ao combinar a aerodinâmica dos novos veículos (2%) com as novidades de motorização (8%) e com as inovações do Scania Opticruise (2%), chega-se a uma economia de até 12% no consumo de diesel em relação aos modelos anteriores.

Com todas estas novidades, a Scania passa a oferecer ao mercado brasileiro 4 opções de motores e 11 potências diferentes, ficando assim:  Motores de 7 litros (220 cv, 250 cv e 280 cv), motores de 9 litros (280 cv, 320 cv e 360 cv), motores de 13 litros (410 cv, 450 cv, 500 cv, 540 cv) e por fim o consagrado motor V8 de 16 litros (620 cv). 

Sustentabilidade
Confirmando a aceitação do desafio de mudar o mundo do transporte, a Scania apresenta no campo da sustentabilidade apresenta opções de motores movidos a GNV/Biometano (280 cv, 340 cv e 410 cv) e bioetanol (280 cv e 400 cv). 

Chegada ao mercado
De acordo com a Scania, as novas opções de potência estarão disponíveis para pedidos assim como toda a nova geração de caminhões a partir de 29 de outubro, data oficial de lançamento na América Latina. Já as primeiras entregas serão feitas a partir de fevereiro de 2019.

Postar um comentário

1 Comentários

  1. a estrela mesmo sera o motor 13 litros com 540cv na minha opiniao

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.