Daimler Trucks encerra cooperação com fabricante russa Kamaz

Mercedes-Benz/Divulgação

Decisão interrompe uma Joint Venture de mais de 10 anos de história; em nota, grupo alemão rejeitou qualquer forma de força militar e demonstrou preocupação com a paz na Europa

Google News
O avanço da Rússia sobre a Ucrânia segue afetando e mudando completamente as relações comerciais do mercado europeu de caminhões. Nesta semana, a Daimler Trucks, responsável pela Mercedes-Benz Trucks, anunciou a interrupção imediata da cooperação com a fabricante russa Kamaz.

Por meio de comunicado oficial, o grupo alemão defendeu a cooperação global pacífica e justificou a suspensão da Joint Venture, batiza de Daimler Kamaz Rus, existente a pouco mais de 10 anos. "Rejeitamos categoricamente qualquer forma de força militar", disse a empresa.


Segundo a Daimler Trucks a situação segue sendo monitorada de perto diariamente, incluindo todas as medidas tomadas pelo governo alemão, bem como pela União Europeia (UE). Em nota, o grupo alemão demonstrou ainda preocupação com paz no velho continente e afirmou estar chocado com a com a violência militar na Ucrânia e o sofrimento da população.

A Joint Venture entre as duas fabricantes se concentrava até então exclusivamente na produção de caminhões e ônibus para uso civil (comercial) e em competições, como por exemplo, o Rally Dakar. Além 15% das ações da Kamaz pertencem à Daimler Trucks, já o restante está em posse do próprio governo russo e de bancos estatais.

Volvo Trucks deixa a Rússia
A exemplo da Daimler Trucks, o Grupo Volvo Trucks também anunciou nesta semana a suspensão imediata da produção e venda de caminhões na Rússia. A decisão inclui o fechamento de uma fábrica no país e ainda o fim da comercialização de peças através de canais oficiais.



Postar um comentário

0 Comentários