Estrela das Estradas


Casas Scania

IVECO A gente nao para

Salário médio de motoristas carreteiros no Brasil cai para R$ 1.880,99

Shutterstock

Recuo na média salarial, entre Setembro de 2020 e Agosto de 2021, é confirmado por levantamento baseado nos dados oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web

Na contramão do crescimento da atividade de transporte e do número de contratações, o salário médio de motoristas carreteiros no Brasil segue recuando. A informação é confirmada por um levantamento realizado pelo site Salario.com.br, com base nos dados oficiais e mais recentes do Novo CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), eSocial e Empregador Web, referentes a 791.966 salários de profissionais admitidos e desligados pelas empresas. O valor médio tem como base apenas o que é registrado na carteira profissional, ou seja, não inclui, comissões, diárias, horas extras e demais benefícios

De acordo com o levantamento, entre Setembro de 2020 e Agosto de 2021, o salário médio da categoria para uma jornada de trabalho de 44 horas semanais sob regime CLT (carteira assinada) passou a ser de R$ 1.880,99. A queda na remuneração é confirmada quando se compara com o valor médio registrado no fechamento do ano de 2020. Segundo o site, até dezembro do ano passado, os profissionais recebiam em média R$ 1.891,71

Ainda segundo o website, sete estados brasileiros registraram valores superiores à média nacional no período de Setembro de 2020 a Agosto de 2021. São eles, Rio Grande do Sul (R$ 1.897,25), Santa Catarina (R$ 1.903,21), Mato Grosso (R$ 1.945,95), Pernambuco (R$ 1.952,05), São Paulo (R$ 1.973,72), Pará (R$ 1.997,23) e Paraná (R$ 2.048,72).


O levantamento realizado pelo Salario.com.br também traz a média salarial de motoristas carreteiros em dez segmentos (Transporte rodoviário de carga, exceto produtos perigosos e mudanças, intermunicipal, interestadual e internacional; Transporte rodoviário de carga; Transporte rodoviário de produtos perigosos; Construção de rodovias e ferrovias; Fabricação de açúcar em bruto; Comércio varejista de materiais de construção em geral; Cultivo de cana-de-açúcar; Obras de terraplenagem; Construção de edifícios e Coleta de resíduos não-perigosos). Os números apontam que o segmento de Transporte rodoviário de produtos perigosos apresenta a maior média salarial do país, entre Setembro de 2020 e Agosto de 2021, cerca de R$ 1.965,21, também considerando uma jornada de trabalho de 44 horas semanais sob regime CLT (carteira assinada).

Por fim, os dados mais recentes da publicação também traçam o perfil médio dos motoristas carreteiros brasileiros. Segundo o levantamento, o perfil profissional mais recorrente é o de um trabalhador com 39 anos, Ensino Médio incompleto, do sexo masculino e que trabalha 44h semanais.


Sua opinião
Considerando todas as responsabilidades, desafios e riscos enfrentados atualmente pelos motoristas carreteiros brasileiros, como você avalia a média salarial destes profissionais? Para você qual seria a remuneração justa para essa profissão? Deixe sua opinião nos comentários abaixo.

Confira as vagas para motoristas disponíveis: CLIQUE AQUI

Com informações: Salario.com.br

Postar um comentário

0 Comentários