IVECO A gente nao para

Copa Truck: Freios poderão alcançar 800ºC durante corridas em Curitiba

Vanderley Soares/Copa Truck

Autódromo Internacional de Curitiba receberá neste final de semana, as disputas válidas pela sexta e sétima etapa da temporada 2021

Neste final de semana, o Autódromo Internacional de Curitiba, localizado em Pinhais (PR), receberá duas etapas da Copa Truck. Válido pela sexta e sétima etapa da temporada 2021, o encontro será marcado por disputas acirradas e equipamentos sendo levados ao extremo, especialmente os freios.

Em virtude do traçado atual, o autódromo paranaense é capaz de proporcionar boas disputas, além de contar com pontos exigentes de frenagem, especialmente nas curvas 1 e 3. Na primeira, a frenagem acontece a 200 metros do final da longa reta de quase um quilômetro, onde os brutos chegam a 170 km/h (logo após a retomada de aceleração do radar obrigatório de 160 km/h) e reduzem para contornar a curva 1 a 75 km/h.


Ao final da reta oposta, os pilotos reduzem a velocidade em 95 km/h, fazendo os trucks baixarem de 180 km/h para 85 km/h e apenas cinco segundos percorrendo uma distância de meros 180 metros com o pé no freio.

“O autódromo de Curitiba é uma pista que traz uma longa reta onde os pilotos podem alcançar 170km/h após o radar e antes da frenagem da primeira curva, para a qual a redução tem de ser muito forte para fazer o contorno à direita a cerca de 75 km/h. Logo em seguida, sem dar muito refresco aos freios, as curvas da Junção e Pinheirinho aumentarão ainda mais a temperatura nas pastilhas e discos, podendo chegar aos 800ºC ao longo da corrida. São três curvas com freadas extremamente exigentes; no entanto, as pastilhas da Fras-le serão grandes aliadas dos pilotos para garantir a máxima performance e ótima integridade do sistema de freios até o fim da corrida”, diz Roger Lusa dos Santos, Engenheiro de Aplicação da Fras-le.



Programação
Sexta-feira, 3 de setembro
10:55 – Treino Livre 1 (50 min)
14:20 – Treino Livre 2 (50 min)
16:35 – Treino Livre 3 (50 min)

Sábado, 4 de setembro
09:35 – Classificação
14:13 – Corrida 1 (25 min)
14:45 – Corrida 2 (20 min)

Domingo, 5 de setembro
08:00 – Warm Up
08:50 – Classificação
14:13 – Corrida 1 (25 min)
14:45 – Corrida 2 (20 min)

Classificação do campeonato
Principal
1. Wellington Cirino, 159 pontos
2. André Marques, 157
3. Felipe Giaffone, 128
4. Paulo Salustiano, 122
5. Jaidson Zini, 107
6. Beto Monteiro, 105
7. Roberval Andrade, 94
8. Valmir Benavides, 93
9. Luiz Lopes, 89
10. Danilo Dirani, 87
11. Adalberto Jardim, 86
12. Débora Rodrigues, 43
13. Regis Boéssio, 32
14. Leandro Totti, 29

SuperTruck
1. Felipe Tozzo, 149 pontos
2. Giuliano Losacco, 132
3. Glauco Barros, 129
4. José Augusto Dias, 110
5. Danilo Alamini, 107
6. Daniel Kelemen, 94
7. Djalma Pivetta, 90
8. Evandro Camargo, 88
9. Fabio Fogaça, 82
10. Ricardo Alvarez, 66
11. PP Fernandes, 64
12. Rodrigo Pimenta, 29
13. Sergio Ramalho, 27
14. Maicon Roncen, 0
15. Carlos Machado, 0

Montadoras
1. Mercedes-Benz, 341
2. Volkswagen, 261
3. Iveco, 220
4. Volvo, 59
5. Scania, 6

Com informações: Copa Truck

Postar um comentário

0 Comentários