VEJA: Caminhoneiros podem fazer uma nova paralisação a qualquer momento

O portal da Revista Veja, publicou nesta segunda-feira (26) uma reportagem revelando a possibilidade de uma nova paralisação nacional de caminhoneiros. De acordo com a publicação, a nova manifestação terá como objetivo cobrar do Governo Federal o cumprimento da Lei 13.703, que estabeleceu Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas. 
De acordo com a publicação, a nova paralisação não possui uma data definida, mas vêm sendo discutida pelos principais lideres da categoria nas últimas semanas. "Caminhoneiros podem fazer uma nova paralisação a qualquer momento.", destaca trecho da publicação.
Procurado pela Veja, Ivar Luiz Schmidt, representante do Comando Nacional do Transporte e uma das principais lideranças dos protestos de caminhoneiros que marcaram o ano de 2015 e o governo de Dilma Rousseff, destacou a falta de comprometimento do governo em relação a promessa do tabelamento do frete. “Estão todos [os caminhoneiros] revoltados. A questão do piso mínimo foi só uma jogada para parar a greve. Ninguém está cumprindo, e o governo não fiscaliza e tampouco multa” afirmou. 
“Penso que o governo tem opções que podem ser utilizadas para evitar isso. Não existe data. Pode acontecer a qualquer momento e em qualquer lugar.”, completou. 
Durante a entrevista concedida a publicação, Schmidt lembrou ainda de outras leis que garantem proteção aos caminhoneiros, mas que não são cumpridas, especialmente pela falta de uma fiscalização efetiva, como é o caso da conhecida Lei do Descanso. “Nenhuma outra solução será tão eficaz e definitiva quanto essa. A lei já existe, já está sancionada e publicada. Basta o governo fazer cumprir.”
Pela lei, a jornada dos motoristas profissionais é de oito horas diárias, sendo permitidas até duas horas extras. Em caso de medida acertada em convenção ou acordo coletivo, o total de horas extras pode subir para quatro por dia.
“Hoje, todos trabalham em média dezesseis horas diárias. Alguns rodam três ou quatro dias seguidos sem dormir, pois acham que a solução da baixa rentabilidade é trabalhar mais. Daí que ocorrem os acidentes. Imagina como está no final do dia um profissional que trabalhou dezesseis horas?”, questionou a liderança. 

Fiscalização da tabela do frete 
No início deste mês, A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) publicou no Diário Oficial da União (DOU) a Resolução nº 5.833, que estabelece uma série de infrações que devem observadas e multas a serem aplicadas em casos de descumprimento do tabelamento do frete. 
De acordo com a publicação, as multas variam de R$ 550,00 (quinhentos e cinquenta reais) a R$ 10.500,00 (dez mil e quinhentos reais) e são aplicáveis a anunciantes, contratantes, embarcadores e transportadores que forem flagrados praticando valores inferiores aos estabelecidos pela tabela. 
Após a publicação, o órgão federal intensificou as ações de fiscalização, especialmente nos estados da região norte, como por exemplo Pará e Amazonas. 

LEIA: ANTT estabelece multas de 550 a 10.500 reais para quem descumprir o tabelamento do frete
LEIA: ANTT analisa 13 casos suspeitos de descumprimento da tabela de frete

TEXTO: Lucas Duarte

Com informações: VEJA
Caminhões e Carretas
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

45 comentários:

  1. Caminhoneiro tudo frouxo transportadora tem parar tudo em casa desde conheço por gente greve não deu em nada fica tudo mundo em casa quero ver que acontece

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Osso ai nos tem q mostra pra esses vagabundos desses advogados q qm manda somos nos era so parar todo mundo mesmo em casa q eles mesmo iao pedir pra nos votar a trabalhar e pagavao oq nos meresemos esses u=ubu qrem ganhar so

      Excluir
    2. Vagabundo é vc, que não manda nem dentro do caminhão que chama de seu mas é do banco. Vai fazer greve e tomar mais uma na cabeça, pra aprender que colocar a população contra so serve para acabar gritando sozinho

      Excluir
    3. Mais respeito aí amigo,com a classe que alimenta e veste o País,nesse país só tem corruptos e ignorantes assim como vc,que pelo argumento se esconde atrás de um terno e gravata,se nossos caminhões são financiados o problema é nosso está sendo pago,vc não tem caráter para enfrentar o que passamos na estrada palhaço...

      Excluir
    4. Nao somos frouxos, na verdade estamos em condições desfavoraveis.
      Uma ideia melhor que parae em casa, seria a operação tartaruga.
      Nao podemos esperar uniao onde ha tortura, estamos vivendo tortura nas estradas.

      Excluir
  2. Tem como fiscalizar mas facil em parceria com postos fiscal ou PRF

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A ANTT NÃO FAZ NADA. A FISCALIZAÇÃO TEM QUE SER REALIZADA TAMBÉM PELA PRF E PRE.

      Excluir
  3. Temos que acabar com ANTT não serve pra nada

    ResponderExcluir
  4. ISO mesmo porque ta dificio os frete tá muito ruin

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo amor de Deus vamos parar agora é hora

      Excluir
    2. Parar já e só voltar com garantia concreta!

      Excluir
  5. No frete Braz tá uma vergonha não tem como caregcarrega esis frete não cadê ANTT q ia fiscalizar temos q para mesmo

    ResponderExcluir
  6. A antt so serve pra derrubar aí dá mais o caminhoneiro....
    Esse entre eixo quem inventou tem que raspar os pêlos do cu com Serrote..

    ResponderExcluir
  7. Querem ver rapidinho Elis resolver o problema vamos todos parar e deixar o governo transporta alimento para o povo brasileiro

    ResponderExcluir
  8. Têm que para novamente e partir para o tudo ou nada mesmo.
    Os agricultores são protegidos dos governos enquanto nós caminhoneiros somos perseguidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quero ver o desespero de chegar o Natal e não ter presente, cimida e combustível pra visitar os parentes....parar ja

      Excluir
  9. Somos todos caminhoneiro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os agricultores são contra o piso minimo do frete e o eles dizem da CONAB que compra a produção deles com preço bem a cima do mercado quando têm uma grande oferta e os preços caem.

      Excluir
  10. Estranho que a matéria cita apenas um"Líder" da categoria, que não participou da manifestações de 2018.

    ResponderExcluir
  11. Na verdade essa matéria é para ver a coisa ferver.

    ResponderExcluir
  12. Ja parei fãs mais de um ano prefiro sofrer parado duque trabalhar di grassa pra esses fila das peste

    ResponderExcluir
  13. Respostas
    1. Se é visto não sei, mas tem que parar. Estamos esperando desde maio uma solução e nada. Enquanto aumento para o STF foi rspidex

      Excluir
  14. Os bons caminhoneiros do Brasil está esperando o nosso governo a olhar para todos e cumprir com a palavra dele porque chega de emricar as transportadoras e por lei que vale e tabelar o frete porque aqui só tem lei para multa de trânsito

    ResponderExcluir
  15. Gente, pelo amor de Deus, antes de fazer seus comentários vão primeiro aprender escrever. Somos todos camioneiros.

    ResponderExcluir
  16. Deus acima de todos e tudo. A verdade vós libertará confiem em deus ele tudo farás tudo .fiquem em paz.

    ResponderExcluir
  17. Isso é mentira notícias falsas esse site só posta mentiras

    ResponderExcluir
  18. Temos que se unir para acabar com essa vergonha que estamos passando mas temos que parar de vez esse brasiB e acabar com essa mutas e esse ponto que colocarão Para nos caminhoneiros de vinte ponto

    ResponderExcluir
  19. Temos que se unir vamos parar temos que parar antes do Natal quero ver dai

    ResponderExcluir
  20. Pessoal, tmb comprei caminhão,porém, os orgao competentes nao servem pra nada. Realmente se tivesse fiscalização, esse pessoal q posta frete no fretebras e outros aplicativos, o governo estaria mais rico. Tem cada valor absurdo q nos passam que e melhor erguer o eixo e voltar vazio. Concordo com a greve desde que, nao fechem as estradas, que todos parem em suas casas e deixa ver oq acontece. Vira um pais fantasma.

    ResponderExcluir
  21. Pessoal, eu tmb tenho caminhão. Procuro fretes nesses aplicativos e, so vejo carga q mal da pra pagar as despesas. Se o governo realmente fosse fiscalizar, comecaria pelo os aplicativos. Neles o governo ira multar 90% das pessoas que postam fretes. Sou a favor da greve sim, desde q todos parem em suas casas e deixem o pais parado. Mais sem bloquear as rodovias.

    ResponderExcluir
  22. Vamos ficar em casa com a famifam tirar umas férias

    ResponderExcluir
  23. Para aprovar tabela o preco minimo demora,mas pra eles aprovar para motorista para meia hora pra isso eles saber aprovar,agora preco minimo não. Nos temos que parar é colheta do soja,fai quero ver se eles nao vai aprobar logo essa tabela ou perde soja na roça.

    ResponderExcluir
  24. Eu concordo com você é apoio você está fazendo o que pode para chegar com à carga é não tem valor tem que parar me

    ResponderExcluir
  25. Eu com um pouco mais de dois anos de transportador ainda não conheço nem uma transportadora que pagar tabelamento de frete por isso não acredito mais por em nada quê vem por aí tô vendendo meu caminhão vou para em quanto e tempo

    ResponderExcluir
  26. A gente só trabalha pra paga agenciado dono de transportadora diesel caro não sobra finhdinh nem pra colocar pneus

    ResponderExcluir
  27. Bom dia a todos, se for esperar pelos políticos estamos perdidos, acho que devemos estipular nosso frete de acordo com a carga e trageto e ficarmos sempre unidos.

    ResponderExcluir
  28. Vamos tomar providências enquanto é tempo, não podemos esperar nada do procimo governo.

    ResponderExcluir
  29. Isso aí galera vamos para mesmo se alguém quiser paga frete barato a preço de banana manda aluga uma carroça e um burro que o gasto do burro e o capim e o casco só . Tá falado

    ResponderExcluir
  30. Existem grupos muito forte na política na indústria a agronegócio que sso contra nossas reenvidicacoes.
    Nós conquistamos a LEI foi na força em forma de manifestacao e e só assim que vamos conquistar o cumprimento dessas LEIS. Não devemos negociar o que já e LEI, temos que cobrar que sejam cumpridas.
    Ou será que as LEIS que nos penalizam serão revogadas.
    LEI e LEi . É cumprir e pronto !!!

    ResponderExcluir