Com mais de 34 mil caminhões vendidos, Volkswagen lidera mercado brasileiro em 2022

VWCO/Divulgação

VWCO foi responsável pela venda de mais de 27% dos caminhões no Brasil; no segmento de ônibus, a montadora foi vice-líder de vendas

Google News
Pelo segundo ano consecutivo, a liderança do mercado brasileiro de caminhões foi assegurada pela Volkswagen Caminhões e Ônibus (VWCO). A posição de destaque foi garantida pelo expressivo número de 34.508 caminhões licenciados (vendidos) de janeiro a dezembro, correspondendo a uma participação de 27,2% no segmento. No mesmo período, a montadora comercializou 2.127 unidades do Delivery Express, modelo que se enquadra entre os comerciais leves.


Já entre os ônibus, a montadora assegurou a vice-liderança, com 4.671 chassis Volksbus comercializados ao longo de 2022, número que garantiu uma participação  26,9% do segmento.


Esse resultado reflete a combinação acertada de veículos e serviços com um pós-vendas de alta qualidade. Temos mantido ciclos consecutivos de investimentos, expandimos nossa atuação para novos segmentos e reforçamos a oferta nos que já estávamos presentes, sempre atentos à demanda de operação do transportador brasileiro. Isso nos garantiu essa liderança e, para 2023, temos mais de 30 novos caminhões e ônibus focados em eficiência, conforto, segurança e tecnologia para continuar a conquistar o cliente nacional”, afirma Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.


Os resultados expressivos da Volkswagen Caminhões e Ônibus em 2022 não se resumem apenas ao mercado brasileiro. Através do amplo processo de internacionalização das operações, a marca foi responsável pela exportação de cerca de 10 mil veículos comerciais, crescimento de 15% em relação a 2021.


R$ 2 bilhões em investimentos
Com foco total em uma mobilidade mais sustentável, como a propulsão elétrica e a melhoria da eficiência energética com redução de CO2, a VWCO terá investido até 2025 R$ 2 bilhões no desenvolvimento de novas tecnologias. A marca também seguirá avançando na digitalização e na conectividade para soluções de transporte cada vez mais modernas e eficientes.


Postar um comentário

0 Comentários