Média mensal de emplacamentos de implementos rodoviários cresce em agosto

Facchini/Divulgação

Média mensal de emplacamentos já se aproxima de 13.000 unidades; projeções para o restante do ano e para 2023 são ainda melhores

Google News
O mercado brasileiro de implementos rodoviários encerrou o mês de agosto apresentando novos resultados positivos de crescimento. A informação é confirmada pelo balanço oficial da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (ANFIR).

De acordo com a análise da entidade, a média mensal de emplacamentos de implementos rodoviários em 2022 segue crescendo. A primeira medição, feita no primeiro bimestre, indicava média de 11.482 produtos. Em oito meses a média mensal passou para 12.965 unidades. 


"Essa curva positiva indica que o mercado está reagindo impulsionado pelo desempenho de setores da economia como agronegócio, construção civil, mineração e comércio de varejo", explica José Carlos Spricigo, presidente da ANFIR. "Sobre o PIB o primeiro semestre foi de crescimento de 2,5%. Já alguns economistas apontam poder alcançar até 3%", diz Spricigo. 

No acumulado de 2022, ou seja, de janeiro a agosto foram 103.724 implementos rodoviários emplacados em todo o país, leve queda de apenas 3,34% em relação ao mesmo período de 2022, quando 107.303 exemplares haviam sido entregues.


Considerando cada segmento separadamente, nos oito meses de 2022 foram comercializadas 48.405 carrocerias sobre chassi,  alta de 5,55% em relação ao mesmo período de 2021, quando foram comercializadas 45.858 unidades. 

Já o segmento de reboques e semirreboques chegou ao fim de agosto com um total de 55.319 unidades comercializadas, queda de 9,97% em relação ao em relação ao mesmo período de 2021, quando foram comercializadas 61.445 unidades.


Perspectivas para o restante do ano e para 2023
Para o presidente da ANFIR, a perspectiva da indústria de entregar 165 mil implementos rodoviários este ano está mais próxima. "A média tem crescido de forma constante e a diferença de 1.500 unidades do primeiro para o último resultado é bastante significativa", diz.

Já para 2023, a ANFIR entende que os negócios seguirão no rumo do resultado positivo. "O mercado de implementos rodoviários e as empresas associadas à ANFIR tem boa expectativa para 2023, com a manutenção da espiral positiva de crescimento nos segmentos mais importantes para o setor, como o agronegócio", afirma Spricigo. "Percebemos que há sinais de queda de juros e inflação voltando os índices à meta prevista", conclui.

Confira na íntegra os números da ANFIR: CLIQUE AQUI


Postar um comentário

0 Comentários