Scania 65 anos

Empresa de logística e transporte dá dicas de como se manter no mercado mesmo diante dos atuais desafios

MXP Multimodal/Divulgação

A supervisora de Transporte da MXP Multimodal, Roslaine Ribeiro, destaca como é possível driblar as dificuldades de gestão diante de percalços como os reajustes no valor do combustível

Google News
Hoje um dos maiores desafios de qualquer transportador é a constante mudança do mercado, mais especificamente o valor do combustível, que atinge diretamente as empresas de logística e transporte, e também como fornecer valores competitivos sem gerar impacto no nível do serviço, mesmo com o atual cenário. Pensando nisso, a supervisora de Transporte da MXP Multimodal, Roslaine Ribeiro, respondeu algumas perguntas que podem auxiliar outras empresas que enfrentam os mesmos desafios. Confira abaixo:

- Quais são os procedimentos para entregas com cargas com prazo de entrega mais extenso? Nesse caso é possível fazer consolidação de entregas, realizar calendarizações, roteirização dentro do mesmo segmento, desde que tenham perfis compatíveis. Entender o cliente em potencial, ficar atento às novidades do mercado, definir operações de cross-docking, ou seja, estar sempre perto do cliente reduzindo custos de deslizamentos. 


- Como atuar com o PGR (Plano de Gerenciamento de Risco) no atual momento que vivemos? Aumentar o valor da PGR com base nas regras de gerenciadoras de riscos em regiões de baixo indício de sinistros pode ser positivo. Dessa forma é possível conseguir mais mercadorias em veículos de maior porte reduzindo o R$/quilo transportado.

-Ter um bom relacionamento ou ser cordial é fundamental para o transporte? Com certeza. Às vezes uma mudança em processos de coleta ou entrega pode beneficiar os dois lados e gerar redução de custo, como coleta e reversa. Todos os clientes são importantes e colaboram de maneira positiva em uma malha densa, podendo reduzir o custo por quilo transportado, principalmente se os destinatários não têm muitas restrições de entrega. Isso significa maior consolidação de cargas.

-Ter uma frota terceirizada ajuda no processo? Fidelizar uma frota terceirizada é essencial, pois com volumes e frequências conseguimos valores de fretes mais competitivos. Utilizar o mesmo veículo em rota de retorno ou em coleta reversa faz ser possível melhorar o custo. Ter volume para ofertar ao transportador é indispensável para obter a melhor tabela de frete. Mas, além disso, é preciso inteligência na negociação.


- Quais são os benefícios da multimodalidade? A multimodalidade tem um aspecto fundamental para a garantia de níveis de serviços e custos compatíveis mesmo para poucos volumes. As parcerias com provedores multimodais agregam muita flexibilidade em níveis de serviços mesmo quando precisam ser transparentes e responsáveis para atingir objetivos compartilhados.

- Operações casadas podem ser positivas? Com toda certeza! Fazer operações casadas quando os horários e rotas de coleta e transferências forem compatíveis ou negociáveis pode ser algo bastante positivo. É importante se destacar na agilidade da entrega logo no início da operação. Decisões tomadas em conjunto resultam em melhores cenários de custos X performance.

De acordo com Roslaine Ribeiro, a MXP Multimodal tem uma infinidade de ações que geram economia sem perder a qualidade no serviço. “Sempre buscamos ser competitivos no mercado e garantimos um nível de entrega com qualidade e confiança”, finaliza. 

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários