Buonny evita 36 sinistros e mais de R$ 6 milhões de prejuízos, em junho

Divulgação

Tecnologia de reconhecimento facial, que previne fraudes, impede prejuízos a transportadores

Google News
Durante o mês de junho, a Buonny Check impediu 36 sinistros e evitou mais de R$ 6 milhões em prejuízos a clientes da área de transportes.

Esses sinistros puderam ser evitados por meio da tecnologia de reconhecimento facial, que previne fraudes e impede que transportadores e embarcadores tenham milhões de prejuízos nas mãos de clonadores.

Normalmente, as vítimas dos clonadores são motoristas que perderam, extraviaram ou tiveram seus documentos furtados. “Com recursos de edição, as quadrilhas acrescentam ao documento informações que serão necessárias para a aplicação do golpe e, a partir daí, fazem compras em nome da vítima ou se passam por ela para enganar embarcadores e transportadores e conseguir acesso à carga, por exemplo”, explica Eliel Fernandes, CEO da Buonny.


Reconhecimento facial
A tecnologia se baseia na técnica biométrica cujos softwares codificam cerca de 80 pontos do rosto humano, como o tamanho do queixo e a distância entre os olhos, para reconhecer em vídeos e fotos posteriormente. Outros pontos que o sistema considera importante são aqueles tidos como únicos, como marcas de nascença e cicatrizes.

Esses pontos mapeados são comparados por meio de uma série de algoritmos matemáticos que dividem as imagens em pixels e, posteriormente, os pixels em pontos de dados – cujo conjunto é chamado de assinatura facial. A partir daí é que o sistema encontra pontos em comum entre a foto armazenada e a foto apresentada.

Porém, essa tecnologia vai além, encontrando soluções para problemas que sequer imaginamos que existam em um primeiro momento. Como o grau de assertividade dessa comparação pode mudar de acordo com a posição, iluminação e expressão em que o rosto em questão foi fotografado, o programa tem a capacidade de simular em 3D alguns moldes digitais para essa fotografia. Dessa forma, ele consegue avaliar a foto em diferentes ângulos, poses, iluminações e até mesmo simular a musculatura facial tensa e relaxada.

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários