Fretebras Superior

JSL e Volkswagen colocam em operação caminhão 100% movido a gás

JSL/Divulgação
Fretebras Post1

Combinado com um bitrem, Scania R 410 será empregado no transporte de peças para linha de montagem da VW; expectativa é de que haja uma redução de 15% nas emissões de poluentes

Google News
Em total sintonia com as metas de sustentabilidade que buscam reduzir emissão de gases poluentes, a JSL, empresa com o maior portfólio de serviços de logística do Brasil, e a Volkswagen, uma das maiores fabricantes de automóveis do mundo, acabam de confirmar o início de uma operação com um caminhão 100% movido a gás.

O Scania R 410 foi o grande escolhido para substituir um tradicional modelo a diesel na rota entre os municípios de Piracicaba (SP) e São Bernardo do Campo (SP). O novo caminhão sustentável será responsável pelo transporte de peças automotivas para abastecimento da linha de montagem da Volkswagen. Embora a carga transportada seja considerada leve, com peso máximo de 16 toneladas, o volume é alto.

Com capacidade para ser abastecido com até 230 m³ (equivalente a 944 litros) de Gás Natural Veicular (GNV) ou Biometano, o Scania de 410 cv de potência conta com uma autonomia para até 500 quilômetros. Combinado com um bitrem, o conjunto se torna ainda mais eficiente quando comparado com as tradicionais combinações de veículo de carga (CVC's), formadas por um cavalo mecânico e um único semirreboque. Além disso, a expectativa das empresas é de que o novo caminhão torne as operações ainda mais sustentáveis, justamente por reduzir em até 15% as emissões de poluentes. 


Fretebras Post2

“Na JSL adotamos diferentes medidas a fim de mitigar os impactos de nossas emissões. Para aumentar a eficiência na operação da Volkswagen, um dos nossos primeiros clientes, buscamos priorizar combustíveis alternativos por meio de um caminhão 100% a gás. A iniciativa é a ponta de lança de um novo modelo operacional que alia otimização logística e redução na emissão de dióxido de carbono e de outros gases do efeito estufa”, destaca Eduardo Pereira, diretor comercial da JSL.

“O Grupo Volkswagen tem a meta de ser neutro em carbono até 2050, a partir de sua estratégia Way To Zero, e a Volkswagen do Brasil tem adotado uma série de medidas para colaborar com esse objetivo. Ter o primeiro caminhão a gás com nosso parceiro JSL nos permite avançar um passo importante na descarbonização da cadeia de suprimentos e logística de produção”, diz Miguel Sanches, vice-presidente de Operações da Volkswagen do Brasil e Região SAM. 


Postar um comentário

0 Comentários