Quais são os principais cuidados com o transporte de produtos químicos?

Scania/Divulgação
Google News 
Estradas ruins, imprudência de motoristas, falta de fiscalização e ação de quadrilhas especializadas em roubo de cargas são grandes desafios de quem atua no setor de transporte de produtos químicos precisa se ter ainda mais critérios e cuidados, uma vez que há muitos riscos envolvidos.

Além disso, essa classe de mercadorias está entre as mais visadas no roubo de cargas por seu alto valor agregado. Acidentes no transporte de produtos químicos também representam sérios riscos à vida dos motoristas, à saúde da população e ao meio ambiente, já que produtos químicos podem poluir solo, águas subterrâneas e mananciais que abastecem cidades.

Por esses motivos, o transporte de produtos químicos e cargas perigosas prevê medidas de segurança e planos de gerenciamento de riscos voltados às particularidades desse tipo de operação, de acordo com a Buonny, gerenciadora de riscos que atua no segmento de transporte de cargas.


O que são produtos químicos?
Os produtos químicos são substâncias químicas puras ou misturadas, que podem se formar naturalmente ou ser criados artificialmente. Sua função é importante no cotidiano e, dependendo de suas características, servem para abastecimento, limpeza, desinfecção, eliminação de pragas, uso industrial, produção de medicamentos e outros fins.

Muitos podem ser perigosos e representar risco para as pessoas, para a segurança pública e para o meio ambiente, como os inflamáveis, explosivos, corrosivos, tóxicos ou radioativos. Por isso, exigem rigor na produção, manejo, envase, sinalização, armazenamento, transporte e descarte.


Estratégias para o transporte de produtos químicos
Fazer o transporte de produtos químicos é uma atividade complexa, que exige estratégias de segurança diferenciadas. Para operar neste segmento, as transportadoras precisam seguir normas e legislações específicas.

Portanto, é preciso criar planos de gerenciamento de risco voltados a operações complexas, investimento em tecnologias para o monitoramento de cargas, treinamento dos profissionais, sistemas de seleção motoristas e ferramentas para a gestão logística e o transporte de produtos químicos.

Entre as estratégias para a boa performance operacional estão:

1 – Cumprimento às normas, regulamentos e cuidados com a documentação necessária.

2 – Investimento em cursos e capacitação dos motoristas. O treinamento MOPP – Movimentação Operacional de Produtos Perigosos (obrigatório) trata de direção defensiva, legislação de trânsito e outras normas, primeiros socorros, prevenção e combate a incêndio e movimentação de produtos perigosos.

3 – Frota adequada para a operação e planos de manutenção preventiva dos veículos.

4 – Uso de embalagens adequadas para garantir a integridade da carga e mitigar os riscos de vazamentos e acidentes.

5 – Planejamento e roteirização, com definição dos melhores percursos, horários, áreas seguras para descanso e controle das janelas de entrega.

6 – Contratação de uma gerenciadora de riscos experiente em transporte de produtos químicos e focada em tecnologia e soluções inteligentes, com times qualificados.

“Para alcançar a excelência no transporte de produtos químicos é fundamental dedicar atenção ao cumprimento das leis e normas, documentações, licenciamento e gerenciamento de riscos, sob o risco de comprometer a imagem e a reputação da empresa em caso de negligência e causar sérios prejuízos”, afirma Eliel Fernandes, CEO da Buonny.

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários