Mercado: 5 tendências que otimizam sua frota e renda

Adobe Stock

Especialista dá dicas de como as empresas passaram a enxergar a logística como estratégia para rentabilizar os negócios e ressalta pontos importantes do processo

Google News
Cada vez mais a gestão de frotas ganha novos focos que se tornam oportunidades de ouro para o crescimento das empresas. Atualmente, o mercado vivencia um momento revolucionário com o relevante impacto das tecnologias mais acessíveis, que com coleta e análise de dados proporcionam aos gestores a transição para a era estratégica.

Antes, mais pautada apenas nos serviços mecânicos, a administração de frotas sofria com desafios como ociosidade, gastos de combustível, peças e má organização geral. Com o desenvolvimento de soluções de softwares específicos para cada problema e olhar analítico voltado aos gastos, as empresas finalmente entenderam como otimizar seus serviços, bem como rentabilizar seus negócios.


Nilson Brizoti, Diretor de Tecnologia e Produtos da Pointer by PowerFleet Brasil explica quais as principais tendências responsáveis por essa mudança.

- Gestão preventiva: ao assumir ações estratégicas conectadas à tecnologia, os gestores de frotas saíram da posição de “quebrou, arrumou” para manutenção preventiva que assegura a toda empresa veículos sempre disponíveis para viagem. Bem como o controle de gastos e consumo também pode reduzir custos, mitigar de vez a ociosidade e garantir a segurança das cargas. Veículos quebrados podem atrapalhar, por exemplo, toda uma operação just in time, causando um prejuízo de milhões para o cliente.


- Gestão de insumos: algo que pode parecer básico, mas muitas empresas ainda não fazem é manter o controle de gastos e consumo dos veículos, tais como o de combustível, que traz economias significativas ao longo dos meses, ou ainda o gerenciamento dos pneus, para entender quais performam melhor nas estradas, se eles não estão sendo trocados por marcas mais baratas e por aí vai.

- Gestão de pessoas: talvez a administração mais importante para o mercado de frotas seja a de pessoas. Não adianta trocar sua frota a cada três anos se seus colaboradores não tem o cuidado adequado com os veículos. Para isso existem soluções como o Driver Feedback Coach da Pointer que funciona como um coach de direção em tempo real para o colaborador. Captando dados de como é a direção do funcionário e os analisando posteriormente, a ferramenta consegue dizer ao gestor se aquele é um bom motorista ou não, detalhando inclusive as ações prejudiciais ao veículo como frear bruscamente, passar em alta velocidade em buracos e lombadas, utilizar celular ao volante, etc. Com isso as empresas podem oferecer cursos e treinamentos para melhorar a qualidade de direção do motorista, bem como remanejá-lo de área, se for o caso.


- Gestão de ociosidade: de que adianta ter um pátio cheio de veículos se eles não estão sendo bem utilizados? A logística está mal organizada. Muitas vezes funcionários utilizam aplicativos de táxi para se locomoverem, quando na verdade poderiam otimizar os veículos parados no estacionamento. Outro ponto importante de ociosidade é manter o motor e ar condicionado ligado, gastando combustível, enquanto os veículos estão parados no descanso dos colaboradores ou durante entregas.

- Gestão de segurança: organização e regras são palavras chaves para o sucesso de uma frota logística, isso justifica a importância da empresa estipular um compliance a ser seguido por todos colaboradores. Com o uso de soluções disponíveis no mercado é possível aferir se o colaborador age de acordo com as regras da sua empresa, e é dentro deste escopo que eles serão analisados, e a segurança da carga e imagem da empresa estarão garantidas.

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários