Novo motor Scania de 13 litros e 560 cv de potência impressiona pela economia de combustível

Scania/Divulgação

Scania 560 S testado em operações reais tem economizado até 6 litros diesel a cada 100 km percorridos em rotas entre a Suécia a Noruega com PBTC de 60 toneladas

Google News
A Scania chegou na reta final de 2021 apresentando ao mercado europeu uma nova geração de motores de 13 litros. Com a promessa de reduzir em até 8% consumo de combustível, minimizar as emissões de CO2 e com possibilidade de ser abastecida com biocombustíveis, a nova gama de propulsores estreou contando com quatro novas potências, sendo, 420 cv e 2300 Nm de torque, 460 cv e 2500 Nm de torque, 500 cv e 2650 Nm de torque e 560 cv com 2800 Nm de torque.


Agora, poucos meses após o lançamento oficial, as promessas e benefícios dos novos motores Scania começam a serem comprovados pelos próprios transportadores. É o caso da transportadora sueca, Herbert Ulfhielm Fjärrtransport, que está realizando testes operacionais com um novo Scania 560 S.


Equipado com o propulsor mais potente da nova geração de 13 litros (DC13 173 de 560cv), o extrapesado opera atualmente em rotas de 500 quilômetros, entre a cidade de Skellefteå, na Suécia, e o Porto de Bodø, localizado na Noruega. Segundo a empresa, a rota é realizada duas vezes por semana, tendo uma duração média de 7,5 horas por viagem, transportando produtos de madeira e chegando a um Peso Bruto Total Combinado (PBTC) de 60 toneladas. 

É exatamente neste percurso, marcado principalmente por aclives e declives em estradas sinuosas e típicas da região da Escandinávia que a nova geração de motores Scania de 13 litros vem entregando uma significativa economia de combustível. 

“Você está acostumado a caminhões em que, se você consumir menos de 40 litros a cada 100 quilômetros, ficará muito feliz. Mas nas últimas viagens agora, cheguei consumir menos de 34 ou até 33 litros – e isso com o caminhão carregado. A primeira vez que verifiquei e contei, pensei: 'Devo ter esquecido de registrar algum reabastecimento'”, conta Jerry Olofsson, condutor do Scania 560 S e colabrador da Ulfhielm há 10 anos.


“Fiquei surpreso porque a diferença era muito grande”, diz Lars Åström coproprietário da Herbert Ulfhielm Fjärrtransport. “São cerca de seis litros a menos a cada 100 quilômetros, e em algumas semanas houve uma diferença ainda maior entre o nosso Scania R 490 e o novo 560 S. O 490 tem consumido constantemente cerca de 38 a 40 litros, mas ultimamente o 560 S tem entregado um consumo médio de 32 a 33 litros. Tenha em mente que ainda não conduzimos realmente nas melhores estradas e na maioria das vezes estamos carregando cargas de até 60 toneladas.”, destaca o executivo.

O potencial de economia proporcionado pela nova geração de motores Scania de 13 litros é ainda maior quando se considera a renovação completa da frota da transportadora sueca. 

“Tivemos vários outros caminhões de teste que foram eficientes, mas nunca houve um caminhão que fez uma diferença tão grande quanto este agora. Se eu atualizasse minha frota de cinco caminhões, a economia de combustível seria de cerca de € 30.000 por ano. Para minha empresa, é o equivalente às parcelas de outro caminhão.”, completa o executivo.



Postar um comentário

0 Comentários