Scania lança nova geração de motores de 13 litros com potências de 420 a 560 cv

Scania/Divulgação

Com quatro novas potências, promessa de reduzir em até 8% o consumo de combustível e duplo comando de válvulas no cabeçote, nova geração de motores Scania é resultado de um investimento de 2 milhões de Euros

Cumprindo com o que vinha sendo prometido ao longo do ano, a Scania revelou na última quinta-feira, 11 de novembro, um amplo pacote de novidades, considerado até então, o maior lançamento da marca desde a nova geração de caminhões em 2016. Dentre as principais inovações da marca, destaca-se a nova geração de motores de 13 litros. 

“O que apresentamos hoje não é apenas uma plataforma de motores, mas uma iniciativa importante para reforçar a posição de liderança da Scania no setor de transportes sustentáveis no restante desta década", destacou Alexander Vlaskamp, Vice-Presidente Executivo e Chefe de Vendas e Marketing da Scania. “O nosso foco na eficiência dos transportes nos mantém em direção a um mundo descarbonizado, uma mudança que terá uma importante contribuição do nosso novo trem de força.”


Com a promessa de reduzir em até 8% consumo de combustível, minimizar as emissões de CO2 e com possibilidade de ser abastecida com biocombustíveis, a nova geração de motores de 13 litros da Scania estreia no mercado europeu contando com quatro novas potências, sendo, 420 cv e 2300 Nm de torque, 460 cv e 2500 Nm de torque, 500 cv e 2650 Nm de torque e 560 cv com 2800 Nm de torque. 

“Estes novos motores trazem algo de extraordinário para o mercado", afirmou Stefan Dorski, Vice-Presidente Sênior e Responsável da Scania Trucks. “Isto revela como nós, na Scania, cumprimos a nossa missão, tanto em termos do nosso famoso foco no cliente como em termos de sustentabilidade, através dos objetivos baseados na ciência com os quais estamos empenhados. Os 8% de poupança de combustível fornecidos pelo novo trem de força não são mais do que uma mudança de jogo para a nossa indústria.” 
Scania/Divulgação
As novidades da nova gama de propulsores não se resumem apenas as novas faixas de potência e as reduções nos índices de consumo e emissões. Os novos motores de 13 litros da Scania também trazem como diferenciais uma eficiência térmica 50% superior às versões anteriores, duplo comando de válvulas no cabeçote, sistema de tratamento de gases Scania Twin SCR, taxa de compressão de 23:1 e possibilidade de serem abastecidos com HVO (Hydrotreated Vegetable) ou Biodiesel 100% renovável.


“Um cliente Scania que utilize um camião com um motor de 500 cv observará uma redução significativa no consumo de combustível, mesmo quando se compara com a geração de motores líder da indústria que estamos substituindo”, afirmou Dorski. “Os novos motores serão excelentes em diversos aspectos, mas pessoalmente considero a redução imediata de CO2 o ponto mais importante. Os nossos novos motores contribuirão instantaneamente para descarbonizar o mundo e combater o desafio climático.”

Resultado de um investimento de 2 milhões de euros e cinco anos consecutivos de trabalho, a nova geração de motores de 13 litros da Scania poderá ser combinada com as novas transmissões Scania Opticruise (G25 e G33) e também com nova gama de eixos traseiros, ambas as soluções apresentadas em 2020.
Scania/Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários