IVECO A gente nao para

Scania registra alta nas vendas e lucro recorde no primeiro semestre de 2021

Scania/Divulgação

Números expressivos, registrados no primeiro semestre de 2021, são confirmados em relatório oficial da montadora sueca

Superando todas as adversidades impostas pela pandemia de Covid-19 (Coronavírus) e pela escassez de componentes que assolou a indústria mundial, a Scania encerrou o primeiro semestre 2021 com bons motivos para comemorar. Prova disso, são os resultados excepcionais de vendas e faturamento no período.

"A Scania conseguiu evitar paradas de produção não planejadas também durante o segundo trimestre, apesar da situação muito tensa com a escassez de componentes na cadeia de abastecimento. A colaboração entre fornecedores, funcionários e sindicatos - todos com o valor central da Scania "cliente em primeiro lugar" em foco - tem sido bem-sucedida e, graças a um bom diálogo com nossos clientes, encontramos soluções para minimizar o impacto negativo nas entregas para eles . Infelizmente, não esperamos que a escassez de semicondutores termine no curto prazo, mas é algo com que temos que continuar a lidar.", comenta Christian Levin, presidente e CEO da Scania.

De acordo com o balanço oficial da montadora sueca, de janeiro a junho deste ano, as vendas líquidas cresceram 28%, chegando a marca de 74.776  milhões de coroas suecas. A receita operacional teve alta de 246%, chegando a expressiva marca de 9.733 milhões de coroas suecas. Já o fluxo operacional de Veículos e Serviços totalizou 3.661 milhões de coroas suecas.


“A recuperação continuou durante o segundo trimestre de 2021 e tanto a entrada de pedidos quanto as entregas aumentaram acentuadamente em comparação com o ano anterior. A Scania entregou fortes lucros com uma margem operacional de 13,0 por cento, tanto no segundo trimestre como no primeiro semestre de 2021.", destaca o executivo.

"Vemos que a atividade de transporte de nossos clientes é alta, tanto medindo dados operacionais de veículos conectados quanto nas carteiras de pedidos de caminhões. No mercado global de ônibus, o baixo nível de atividade continua devido à pandemia e se reflete na demanda por ônibus turísticos. Em Soluções de Energia, a demanda ainda é alta. O negócio de serviços continua a crescer e a Scania conseguiu manter a maioria das oficinas abertas para nossos clientes durante a segunda e a terceira ondas da pandemia. Nos Serviços Financeiros, a evolução do número de novos financiamentos é positivo e também da capacidade de pagamento dos nossos clientes.", completa Christian Levin.


Postar um comentário

0 Comentários