IVECO A gente nao para

Produção de caminhões cresce 115% até julho de 2021

Mercedes-Benz/Divulgação

Alta na produção de caminhões é confirmada pelo balanço oficial da Anfavea

Superando os inúmeros desafios impostos pela falta de insumos na cadeia produtiva, a indústria brasileira de caminhões encerrou o mês de julho registrando um novo crescimento.

De acordo com o balanço oficial da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), 89,5 mil caminhões foram produzidos em todo o país de janeiro a julho deste ano, crescimento de 115% em relação ao mesmo período de 2020, quando 41,6 mil unidades foram produzidas.


Considerando apenas o mês de julho, 14,8 mil caminhões foram produzidos no país, alta de 1,1% em relação ao mês anterior, junho, quando foram montados 14,6 mil modelos. Já em relação a julho de 2020, quando a indústria foi responsável pela produção de 6,8 mil caminhões, o crescimento neste ano atingiu a expressiva marca de 117%.

"Há demanda interna e externa por um volume maior de veículos, mas infelizmente a falta de semicondutores e outros insumos tem impedido a indústria de produzir tudo o que vem sendo demandado, apesar dos esforços logísticos empenhados pelas empresas", afirmou o Presidente da ANFAVEA, Luiz Carlos Moraes. 

Confira na íntegra o balanço da Anfavea: CLIQUE AQUI


Postar um comentário

0 Comentários