Coca-Cola FEMSA Brasil adquire 20 caminhões Volkswagen e-Delivery

VWCO/Divulgação

Previsão é de que as 20 unidades entrem em operação até o fim deste ano

O transporte brasileiro alcançou nesta semana um novo patamar de mobilidade com a chegada do inédito Volkswagen e-Delivery, primeiro caminhão elétrico 100% desenvolvido, testado e produzido no país. A estreia vem acompanhada de encomendas de peso, como por exemplo, de 20 unidades para a Coca-Cola FEMSA Brasil.


“Com o e-Delivery, mostramos uma vez mais o nosso propósito de deixar um legado de consciência ambiental às futuras gerações. Porque nosso maior compromisso sempre foi com as pessoas. Elas são o centro de nossas preocupações em 40 anos de história. Por isso, saudamos a Coca-Cola FEMSA Brasil, que atua em 48% do território brasileiro, pela iniciativa da primeira compra neste lançamento, que vai revolucionar o transporte urbano de cargas”, comemora Roberto Cortes, presidente e CEO da Volkswagen Caminhões e Ônibus.


A projeção inicial é de que as 20 unidades da versão de 14 toneladas façam com que a Coca-Cola FEMSA Brasil deixe de emitir 12,6 toneladas de dióxido de carbono ao ano, impacto equivalente ao plantio de 2.232 árvores, reduzindo assim os impactos ambientais da distribuição de bebidas e reforçando a estratégia de mobilidade sustentável.

“Nosso objetivo é sermos líderes em mobilidade sustentável, gerando uma redução significativa na emissão de poluentes. Essa iniciativa se soma a outras ações de eficiência e tecnologia já adotadas ao longo dos últimos anos em nossas operações”, ratifica Ian Craig, CEO da Coca-Cola FEMSA Brasil.

A previsão é de que 20 unidades do Volkswagen e-Delivery 14, adquiridas pela empresa de bebidas, entrem em operação até o fim deste ano. 


Postar um comentário

1 Comentários

  1. isso e lindo demais agora se o caminhoneiro autonomo/empregado carrega na coca cola e estoura por acaso uma lata de coca querem descontar no frete ou salario do motorista

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.