Vendas de caminhões recuam 9% em abril

Volvo/Divulgação

Recuo nas vendas é confirmado em balanço oficial da FENABRAVE

Refletindo diretamente as dificuldades da indústria em atender a atual demanda, o mercado brasileiro de caminhões encerrou o mês abril registrando uma leve queda nos comparativos com o mês anterior.

De acordo com o balanço oficial da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE), 9.818 caminhões foram emplacados em todo o Brasil o longo do mês de abril, queda de 9,06% em relação a março, quando o mercado registrou o emplacamento de 10.796 unidades. 

Entretanto, no comparativo com abril de 2020, quando apenas 3.902 caminhões foram emplacados no Brasil, o mercado registrou uma alta expressiva de 151,61%. “Lembramos que a comparação se dá por uma base muito baixa, registrada em 2020”, revela Alarico Assumpção Júnior, Presidente da FENABRAVE.

Já o primeiro quadrimestre de 2021 chegou ao fim com 35.593 caminhões emplacados no Brasil e crescimento de 47,62% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 24.111 modelos foram comercializados.


Pesados em destaque
Assim como nos meses anteriores, o segmento de caminhões pesados segue na liderança do mercado brasileiro. De acordo com os dados da Fenabrave, no primeiro quadrimestre de 2021, a categoria acumulou 50,57% das vendas.

10 caminhões mais vendidos no 1º quadrimestre de 2021
1º Volvo FH 540 - 2.310 unidades emplacadas
 Scania R 450 - 2.045 unidades emplacadas
3º VW Delivery 11.180 - 1.615 unidades emplacadas
 VW Constellation 24.280 - 1.157 unidades emplacadas
 MB Accelo 1016 - 1.141 unidades emplacadas
 Volvo FH 460 - 1.128 unidades emplacadas
7º MB Actros 2651 - 1.088 unidades emplacadas
8º VW Delivery 9.170 - 982 unidades emplacadas
DAF XF 530 - 975 unidades emplacadas
10º MB Sprinter 416 - 943 unidades emplacadas

Confira na íntegra os números da Fenabrave: CLIQUE AQUI 


Postar um comentário

0 Comentários