Sertran adquire ônibus e vans Mercedes-Benz para fretamento em áreas rurais

Mercedes-Benz/Divulgação

Empresa de Ribeirão Preto comprou 20 chassis do OF 1721 e 45 do micro-ônibus LO 916 e mais 36 vans Sprinter dos modelos 416 CDI 15+1 e 516 CDI 19+1

A Sertran Transportes, uma das maiores empresas de fretamento do Brasil e com sede em Ribeirão Preto (SP), investiu na aquisição de 101 veículos Mercedes-Benz para renovação e ampliação de frota. O lote expressivo é composto por 20 chassis OF 1721 e 45 micro-ônibus LO 916, com carroçarias Marcopolo, e 36 vans Sprinter, sendo 33 do modelo 416 CDI 15+1 (15 passageiros mais o motorista) e três 516 CDI 19+1 (19 passageiros e o motorista com entrada pela porta dianteira). A nova frota será empregada em operações de transporte de funcionários em áreas rurais para empresas do setor sucroenergético e de outras atividades no Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

A empresa paulista já recebeu os micro-ônibus, enquanto os ônibus OF 1721 estão sendo encarroçados. Esses modelos e mais 28 vans Sprinter foram comercializados pelo concessionário Pirasa e as demais 8 vans foram entregues pela Ribeirão Diesel. Além disso todo o negócio contou com o apoio financeiro do Banco Mercedes-Benz. 

“Com essa nova aquisição, contamos hoje com aproximadamente 900 veículos, entre ônibus urbanos, rurais e rodoviários, micro-ônibus e vans”, informa Daniel Felício, diretor comercial da Sertran Transportes. “Cerca de 90% da nossa frota é da marca Mercedes-Benz, parceiro desde sempre nos 25 anos de atuação da nossa empresa”.

Segundo o executivo, a Sertran é responsável pelo transporte diário de cerca de 13.000 funcionários de empresas do setor sucroenergético e também de outros ramos, como papel e celulose, nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte. Em média, 2,6 milhões de km são percorridos a cada mês. Além disso, a empresa presta serviços de transporte coletivo urbano em Santa Bárbara d’Oeste (SP), transporte escolar e transporte especial para algumas prefeituras.

“Nossa parceria com a Mercedes-Benz é sólida porque se apoia num ótimo relacionamento. Tanto pelas equipes da área de Ônibus, quanto com os colegas responsáveis pela Linha Sprinter, sempre fomos muito bem tratados, o que ocorre também com o Banco Mercedes-Benz e com os serviços dos concessionários que nos atendem”, diz Daniel Felício. “Além disso, os ônibus da marca são muito confiáveis e nos trazem ótimos resultados em termos de consumo, custos de manutenção e de operação, com ótimo valor de revenda”.


Segmento de fretamento aquecido
“Nossa satisfação é dupla ao atender novamente um grande parceiro como a Sertran. Primeiramente, por acompanhar a renovação de sua frota mesmo num momento desafiador da economia do País, afetada pela pandemia. E por constatar o sucesso do nosso tradicional cliente, que amplia sua frota para atender novas demandas de fretamento, o que sinaliza uma recuperação do mercado”, afirma Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Com nossos veículos e os serviços da rede de concessionários por todo o País, estamos sempre prontos a oferecer soluções para todas as necessidades da Sertran onde quer que ela opere ou precise”.

“Com essa nova venda, ampliamos de forma expressiva a presença das nossas vans na frota da Sertran. A força, a robustez e a resistência da Sprinter são essenciais para nosso cliente, que transporta funcionários, principalmente em áreas rurais, caracterizadas por vias que exigem mais dos veículos”, diz Jefferson Ferrarez, presidente e CEO Mercedes-Benz Cars & Vans Brasil. “Além disso, entregamos à Sertran um veículo que é referência de mercado em qualidade, conforto e agilidade, bem como em tecnologia e segurança. Estamos felizes por mais essa parceria e pela confiança em nossa marca”.


Liderança no segmento de fretamento e no de vans de passageiro
“Ao final do primeiro quadrimestre deste ano, o segmento de fretamento segue aquecido no Brasil. Foram mais de 640 ônibus emplacados para essa finalidade, mais do que o dobro em relação às mais de 290 unidades do mesmo período do ano passado”, destaca Walter Barbosa. “Isso se deve ao fretamento contínuo das empresas que, para se adequar às medidas de segurança em relação à Covid-19, tiveram que aumentar o número de ônibus para reduzir a quantidade de pessoas por veículo, garantindo o distanciamento dos funcionários. Mas vale destacar que o crescimento do segmento vem também de demandas de setores específicos da economia que apresentam boa performance, como energia, agro, celulose e papel, saúde, mineração, construção, tecnologia e serviços”.

A Mercedes-Benz encerrou o primeiro quadrimestre de 2021 com um total de 376 ônibus para fretamento emplacados em todo o Brasil, mais do que o dobro das 145 unidades durante o mesmo período de 2020. Além disso, o número recorde assegurou à a marca uma participação de 59% no segmento de fretamento. Já no mercado de vans, até o mês de abril, a Mercedes-Benz se consagrou como líder no segmento de passageiros com 1143 veículos emplacados, número que representa 62,7% do market share.
Mercedes-Benz/Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários