Estrela das Estradas

Casas Scania


IVECO A gente nao para

TARGET Meio de Pagamentos lança primeira linha de crédito pessoal para caminhoneiro

TARGET/Divulgação

Empréstimo vem em boa hora para motoristas que representam quase 80% dos transportadores do país e que costumam ter dificuldades de acesso a financiamentos

Enquanto o Governo busca medidas para atender às demandas dos caminhoneiros por melhores condições de lucro e, assim, evitar uma greve que vem sendo anunciada desde o início do mês passado, a iniciativa privada sai na frente, oferecendo serviços de crédito facilitado para a categoria. Atuante no setor há quase dez anos, a TARGET Meio de Pagamentos já vinha percebendo a carência e necessidade de soluções financeiras para caminhoneiros e transportadoras, que proporcionem maior competitividade nas negociações de contratos de frete. Pensando nisso, a empresa, que em 2019 lançou a TARGET Conta Digital, uniu esforços em 2020 e, mesmo em meio à pandemia, conseguiu se estruturar para oferecer os serviços de Antecipação de Recebíveis e Empréstimo Pessoal para o Caminhoneiro.  

Em parceria com a fintech Rebel, a TARGET acaba de lançar a primeira linha de crédito pessoal específica para atender o caminhoneiro, com todo o processo feito de forma simples, fácil e direto do celular, por meio da TARGET Conta Digital. Sem necessidade de garantias e sem destinação específica, os empréstimos podem variar de R$ 1 mil a R$ 30 mil e poderão ser pagos de 6 a 36 parcelas com juros a partir de 1,9% - taxa que vai variar de acordo com a análise de risco. 

“Queremos deixar o caminhoneiro livre para usar o recurso onde mais precisar, seja no seu negócio ou na sua vida pessoal. Seja para um conserto não esperado no caminhão, ou em uma emergência médica, por exemplo”, afirma Luiz Garcia, diretor financeiro da TARGET.
Até hoje, as ofertas de crédito para esse público eram mais voltadas para aquisição ou troca de veículos, ou ainda, para outros fins, mas tendo o caminhão como garantia. “Não vejo esse produto por aí. Existe uma escassez de empréstimo pessoal para esse público, por isso, esse lançamento é um marco”, comemora Kenji Sabanai, Superintendente de Crédito da TARGET, acrescentando que pretende ampliar o limite de recursos, em breve, para R$ 50 mil.

ACESSO A CRÉDITO É REIVINDICAÇÃO ANTIGA DA CATEGORIA
Vale lembrar que a oferta de crédito para a manutenção dos caminhões é uma das reivindicações da categoria, de acordo com nota emitida em 01/02 pela Abrav, diante das notícias de paralisação da categoria.  “Queremos promover a universalização do crédito no Brasil, ajudando as pessoas a saírem dos juros abusivos do mercado. Acreditamos que os brasileiros podem utilizar o crédito de forma saudável, como acontece em outros países do mundo”, reforça Rodrigo Bruni, Head de B2B da Rebel.

Outra facilidade do empréstimo pessoal é que tudo poderá ser realizado pela TARGET Conta Digital, de forma fácil, rápida e segura. Depois de preencher um formulário online, a avaliação do crédito é quase que instantânea e o valor é depositado na conta digital em até 48 horas. “Desde o pedido, até a assinatura do contrato, tudo é feito de forma online, pelo aplicativo instalado no celular do caminhoneiro. Não é preciso ir a uma agência, o que facilita muito a vida do caminhoneiro, que passa cerca de 11 horas por dia nas estradas”, ressalta Kenji, citando estudo da CNT que constatou que os caminhoneiros passam grande parte de seus dias na boleia e que, por isso, contar com esses recursos tecnológicos podem ajudar muito.

Segundo o estudo, quase 80% dos caminhoneiros passam mais de 10 dias fora de casa por mês, e 67% não costumam tirar férias. Além disso, mais de 85% deles possuem aparelhos eletrônicos (notebook, tablete ou smartphone) e acesso à internet.


CAMINHONEIRO PODE ANTECIPAR PAGAMENTOS
Em dezembro de 2020, a TARGET já havia iniciado as operações de antecipação de recebíveis para transportadoras e caminhoneiros cadastrados no MEI. A empresa precisou passar por mudanças estruturais, tornando-se securitizadora de créditos para oferecer o serviço, que conta com análise personalizada e taxas competitivas, para atender uma demanda muito comum das operações neste setor. “O mercado está cada vez mais competitivo, o que faz com que empresas contratantes de frete procurem negociar prazos maiores de pagamento. Além disso, a própria natureza do serviço – como tempo de entrega, volume e periodicidade que podem acarretar em possíveis perdas – faz com que uma parte do pagamento seja adiado. Com isso, a empresa que têm recursos em caixa e consegue oferecer melhores condições de pagamento aos caminhoneiros, acaba tendo uma enorme vantagem competitiva”, comenta Garcia, acrescentando que o serviço é vantajoso, pois possibilita o acesso a recursos sem gerar dívidas. “O objetivo da TARGET é oferecer soluções de pagamentos cada vez mais completas que ajudem no desenvolvimento de todo o setor de logística”, completa Garcia.

Dados da categoria
• O Brasil possui hoje 695.593 motoristas autônomos registrados na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT/2020), o que representa cerca de 77% dos registros incluindo empresas transportadoras e cooperativas.

• A frota, no entanto, está mais concentrada entre as empresas de transporte, que possuem 1.343.498  dos 2.209.440 de caminhões registrados. Além disso, os empresários, com mais recursos e maior oferta de crédito, contam com veículos mais novos. Ainda de acordo com dados da ANTT, a idade média dos caminhões que pertencem aos autônomos é de cerca de 20 anos, enquanto entre as empresas, essa média fica entre 10 e 11 anos. Os dados reforçam que motoristas autônomos enfrentam dificuldade de acesso a linhas de crédito.

• De acordo com levantamento feito pela CNT em 2019, embora o faturamento mensal bruto (ganhos sem descontos) dos caminhoneiros autônomos esteja em torno de R$ 16.117,88; a renda mensal líquida média (salário descontando impostos, encargos e gastos como combustível, manutenção, etc.) não passa muito de R$ 5 mil, sobrando pouca margem para emergências ou novos projetos.

• Ainda segundo o levantamento que traçou o perfil dos caminhoneiros autônomos, muitos já se encontram endividados, com um valor médio de dívida na faixa de R$ 35 mil, dificultando ainda mais o acesso a novos empréstimos. “O empréstimo pessoal TARGET vem em um momento de muita necessidade para a categoria, que precisa muito de um fôlego para enfrentar as dificuldades impostas pela pandemia. E com esse lançamento reforçamos nosso compromisso de incentivar o crescimento econômico do setor”, comemora Luiz Garcia, da TARGET, que espera aumentar em 60% sua base de clientes da TARGET Conta Digital.

Luiz Garcia - diretor financeiro na TARGET Meio de Pagamentos 
Kenji Sabanai - superintendente de crédito

FONTE:
Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários