Mercedes-Benz apresenta novas versões da linha Axor para substituir o Atron 1635

Mercedes-Benz/Divulgação
A Mercedes-Benz encerrou a produção do extrapesado Atron 1635. Com isso a trajetória de sucesso dos modelos bicudos no Brasil chegou ao fim. Mas para continuar atendendo as necessidades específicas dos clientes que apostaram no modelo bicudo ao longo dos últimos oito anos, a montadora alemã acaba de anunciar novas versões da linha Axor.


"O Axor irá manter aquilo que os clientes já conhecem e aprovaram no Atron 1635, agregando ainda mais valor em qualidade, desempenho, economia, conforto e tecnologia. Temos certeza que os clientes logo perceberão esses ganhos, como aconteceu com o Atego em lugar de outros Atron desde 2016", destaca Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

A partir de agora, os modelos Axor 2036 4x2 e 2536 6x2, substitutos do último bicudo produzido no Brasil, passam a contar com versões customizadas, conforme as necessidades de cada operação e segmento. Destaque para a inédita versão básica com cabine Leito Teto Baixo, banco pneumático standard, revestimento de vinil para o interior da cabina e para os bancos, preparação para instalação de rádio/toca CD, câmbio automatizado Mercedes Powershift G 280 de 16 velocidades, eixo traseiro HL-7 com redução nos cubos, relação de eixo traseiro i=4,14 e bloqueio transversal de diferencial.

"A substituição do Atron pelo Axor reforça o compromisso ‘As estradas falam. A Mercedes-Benz ouve. E entende os Sotaques’. Vamos seguir trabalhando para sempre oferecer novas soluções e vantagens para quem transporta, seja o autônomo, o motorista e o frotista”, comenta Leoncini.


Além da versão básica, a Mercedes-Benz também passa a oferecer aos clientes que optarem pelos modelos Axor 2036 e 2536 o  “kit parachoque fora de estrada”. Desenvolvida por meio do Centro de Customização da marca, a solução inclui parachoque em aço, estribo articulado, grade dos faróis, barra e protetor de cárter do motor. Segundo a montadora alemã, todos esses atributos elevam a robustez e a resistência do caminhão em operações em vias não pavimentadas e solos irregulares.

“Essa flexibilidade de configurações do caminhão reforça o posicionamento do Axor como o caminhão extrapesado de melhor custo/benefício do mercado, atendendo às necessidades dos clientes do nosso Atron”, conclui Leoncini.

Atualmente os extrapesados Axor 2036 4x2 e 2536 6x2 contam com motor OM 457 LA de 360 cv de potência  e 1.850 Nm de torque a 1.100 rpm,  três opções de cabine (simples, leito teto baixou ou leito teto alto), opções de suspensão metálica ou pneumática, freio retarder, sistemas de ABS, EBD e ASR, ar condicionado, climatizador e disponibilidade de eixos traseiros com ou sem redução nos cubos.

Quando comparados com o Atron 1635, os modelos Axor garantem 30.000 kg a mais de Capacidade Máxima de Tração (CMT), 80.000 kg no total. Além disso, graças ao terceiro eixo original de fábrica, o Axor 2536 6x2 é capaz de atender com segurança operações com configurações de semirreboques  de até 53 toneladas de peso bruto total combinado (PBTC).
TEXTO: Lucas Duarte

Postar um comentário

3 Comentários

  1. O atego só superou o Atron 2324, pelo fato da Mercedes-Benz não melhorar a cabine dele. Caso tivesse um modelo cabinado nunca iria ter superado. Já o 2036 achei que iriam lançar opção manual com a caixa ZF, que realmente é o grande diferencial que tinha no 1635, são mais robustas e confiáveis.

    ResponderExcluir
  2. O que queremos saber além dos atributos do mb 1635 é o preço que esses 2036 versão 4x2 chegarão aos consumidores?

    ResponderExcluir
  3. O Atron 1635 era o preferido por custar 80mil a menos que o axor 2036
    ... com esse valor se comprava a carreta!!! Se montar um conjunto atron 1635 + carreta 2 eixos afastados, fica mais barato que comprar um atego 3030 4 eixo ( que por sinal ainda vem com o entre eixo de 5.40 que mal serve para colocar 8mts de carroceria e precisa ser alongado!). O certo era ter um 2036 cambio manual, custo baixo e com ar condicionado... nao precisa mais nada alem disso...

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.