Bolsonaro explica como funcionará o "Cartão Caminhoneiro"

Por meio de uma transmissão ao vivo nas redes sociais, na noite desta quinta-feira, 28 de março, o Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), explicou como funcionária o "Cartão do Caminhoneiro", novidade anunciada pela Petrobras no início desta semana. 


A solução que está sendo desenvolvida pela subsidiária Petrobras Distribuidora S.A. (BR), está prevista para ser implementada em até 90 (noventa) dias e permitirá aos profissionais do transporte rodoviário de cargas, a compra de óleo diesel com preço fixo em todos os postos com bandeira BR. 
Segundo Bolsonaro, o "Cartão do Caminhoneiro" é uma novidade que faz parte de um acordo entre o Governo Federal, através do Ministro das Minas e Energias, Bento Albuquerque e a Petrobras. 
O cartão funcionará de forma pré-paga, ou seja, ao chegar ao posto de combustível, o caminhoneiro ou transportador poderá recarregar o cartão com determinado valor/litro de diesel, de acordo com preço vigente no dia. No decorrer dos dias e viagens seguintes, o profissional utilizará o cartão, onde o valor do litro do óleo diesel será debitado de acordo com a cotação do dia em que foi feita a recarga. Com isso os reajustes (aumento ou reduções de preço) posteriores a recarga do cartão não afetarão o valor pago pelo transportador no momento do abastecimento seguinte. Confira o exemplo na tabela abaixo:
"Teremos, daqui no máximo a 90 dias, o cartão caminhoneiro. O que é isso? O caminhoneiro passa no posto de combustível, ele vai pagar o preço do óleo diesel do dia. Isso é uma vantagem, garante a ele que seu frete não será consumido por possíveis reajuste no preço do óleo diesel", afirmou o presidente.
Segundo a Petrobras, o Cartão Caminhoneiro tem como principal objetivo proteger o profissional da volatilidade de preços, garantindo assim a estabilidade durante a realização de viagens. "O diferencial que se busca é oferecer uma opção aos diversos públicos, que poderá auxiliar na gestão do risco da flutuação de preços ao consumidor", destacou a BR Distribuidora.
Durante a transmissão, Bolsonaro destacou ainda outra novidade anunciada pela Petrobras no início desta semana, a mudança na política de preços do óleo diesel. De acordo com o comunicado oficial da petroleira, os preços do diesel nas refinarias da companhia, que correspondem a cerca de 54% dos preços ao consumidor final, serão reajustados a cada 15 dias, podendo ser elevados ou reduzidos. 

LEIA: Petrobras anuncia mudança na política de preços do óleo diesel 

Confira na íntegra o pronunciamento do Presidente:
TEXTO: Lucas Duarte
FOTO: Mais Sudeste
Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

13 comentários:

  1. Piada isso , o caminhoneiro pega o adiantamento do frete para viajar, só dá mal e porcamente pra chegar no destino , como ele vai fazer para comprar $10,000.00 e deixar na mão da Petrobrás em haver ???

    ResponderExcluir
  2. O caminhoneiro autônomo mal dá pra fazer a viagem como que vai colocar crédito em cartão?

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Uma vergonha apresentar uma mearda dessa. Arrumaram um jeito de levantar dinheiro fácil para Petrobras que foi sucateada por esses safados , vagabundos sanguessugas!!

    ResponderExcluir
  5. Esse cartão vai ser muito bom vai ajuda muito a Petrobras kkkkk vergonha

    ResponderExcluir
  6. Eu imaginei que seriam poucas as vantagens ou seja quase nada !

    ResponderExcluir
  7. Fácil. Tudo q faz criticam. É do não pegar o cartão vc não é obrigado!qdo estava na mão do PT tava bom né olha a. bosta que virou. Tem que dar créditos ao presidente q pelo menos esta tentando arrumar as coisas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo só sabe crítica isso ou aquilo, dizer ao outro o que é correto ou que e errado, acha que tem poder de saber mais que outro sempre e sempre está certo e outro errado!

      Excluir
  8. Isso me aparenta a ser beneficiado as transportadoras,agora nosso lado de autônomo fica onde nisso?
    Recebemos uma merreca de adiantamento pra viajar... e sem contar com restante de saldo que muitos paga com 15 dias .

    Eu apoio a paralisação dos caminhoneiros...

    ResponderExcluir
  9. Eles poderiam ter vergonha ao anuciar uma merda dessa sem noção quem enventou essa novidade de cartão pega tudo e leva para elea abastecerem os carrinhos deles. Acho melhor eles irwm para faculdade e aprender mais sobre transportes e automos. Estão perdidos..

    ResponderExcluir
  10. É muita palhaçada desse governo ,querendo agora que o caminhoneiro compre diesel adiantado.precisa desatrelar o preço do diesel do dólar ,nosso frete não é cotado em dólar não muda todo dia como o dólar.

    ResponderExcluir
  11. Pouca vergonha está proposta senhor presidente.. falta de consideração com os seus eleitores que colocaram vc no poder.. isto não podia nem ser divulgado nas redes como proposta de melhorias para os caminhoneiros.. os autônomos não está conseguindo nem dar uma vida digna a suas famílias com o quase nada que está sobrando de um frete. Vai ter dinheiro pra pagar diesel adiantado pra Petrobras... mais fica o senhor sabendo que 4 anos passa rápido.. Nos ainda acreditamos na vossa excelência senhor presidente. Não nus decepiciona por favor...

    ResponderExcluir
  12. Solução e baixar o diesel e não aumentar. Estão passando a conta para o consumidor final. Penso de que adianta isto força tb abastecer na Petrobras concorrência desleal com outras bandeiras tem que baixar e parar de subir o resto mercado se ajeita.

    ResponderExcluir