Gigantes do agronegócio compram mais de 1.000 caminhões para driblar a tabela do frete

Com o objetivo de driblar o tabelamento do frete estabelecido pelo Governo de Michel Temer, como parte do acordo para colocar fim a greve de caminhoneiros em maio de 2018 e, as inúmeras incertezas jurídicas em torno da medida, gigantes do agronegócio brasileiro passaram a investir em frota próprias, afim de garantir o escoamento da safra 2018/2019.
Dentre as aquisições mais recentes está a compra de 300 caminhões Scania da nova geração pela Amaggi, uma das maiores empresas brasileiras do agronegócio e pertencente à família do ex-ministro da Agricultura, Blairo Maggi. A entrega dos modelos está prevista para começar em fevereiro deste ano. 

LEIA: AMAGGI compra lote de 300 caminhões da Nova Geração Scania

Também em 2018, uma das maiores cooperativas do país, a paranaense Coamo, confirmou a compra de 500 caminhões. De acordo com a assessoria de imprensa, o investido fez parte dos planos de renovação de frota, mas que se necessário, os veículos serão mantidos em uso. 
A JBS, uma das líderes globais da indústria de alimentos e referência no setor de carnes também investiu forma expressiva na aquisição de frota própria. Em 2018 a empresa adquiriu 360 novos caminhões. "A decisão está amparada na estratégia de uma operação sustentável, que garanta a produção e oferta de produtos, reduzindo os impactos de custo causados pela aplicação do tabelamento do frete rodoviário", afirmou a JBS em nota. 
Somando-se as recentes compras feitas pela Amaggi, Coamo e JBS chega-se ao expressivo número de 1060 novos caminhões no transporte rodoviário de cargas brasileiro. 
A possibilidade de frota própria não se restringe apenas a estas três empresas. Recentemente a Cargill, multinacional de origem norte-americana, confirmou a cotação de 1.000 caminhões, entretanto o fechamento do negócio está condicionado a um posicionamento definitivo do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação a legalidade do tabelamento de fretes. 
"Se isto não ocorrer ou se esta decisão se alongar de forma a dificultar nossas operações no país, estamos preparados para adotar uma alocação de frota própria", destacou a Cargill em nota oficial. 
Em conversa com a Folha de São Paulo, Gilson Baitaca, líder do Movimento dos Transportadores de Grãos de Mato Grosso, disse não acreditar que a adoção de frotas próprias se torne um padrão entre as grandes exportadoras.
Para Baitaca o diálogo é a única saída para o impasse gerado sobre a questão do frete. "As empresas nunca quiseram conversa. Não estamos querendo inviabilizar o negócio de ninguém, apenas assegurar um valor que viabilize o nosso", afirmou. 

TEXTO: Lucas Duarte
Com informações: Folha de S.Paulo
Caminhões e Carretas 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

59 comentários:

  1. Quero vê ele da conta de dirigi os 300 caminhoes juntos porq se a nossa classe de motoristas tiver vergonha na kra nunk vai trabalha pra esse lixo do maggi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixem que cada um busque sua melhora . Pois na classe não podemos contar , o desempregado tem fome e contas na porta !

      Excluir
    2. Estas empresa estão comprando caminhão pra quem dirigi porque a falta de segurança e tão grande que metade dos notórias está abandonando a profissão e Boa parte e motorista de idade e os jovem não quer a profissão.

      Excluir
    3. Parabéns mais 1000 empregos mais 1000 caminhoes a venda e mais 1000 ações trabalhista e só por na estrada que vai ver como a tabela ainda está muito aquém do preço real,Esperar no Porto uma semana pra descarregar saber que seu caminhão está preso motivo moto embriagado e muito mas o resultado vai ser muito rápido parabéns pela burrice dos competentes.

      Excluir
    4. isso é bom pessoal acha que caminhão só é lucro eles vão ver se pensa caminhão só dá lucro e as despesas que tem e a desvalorizacao do caminhão

      Excluir
    5. As empresas não queria tomar essa atitude....tomaram por conta da condição que arrumaram para ajustar o valor do frete....NESSE PAIS SO SABEM ARRUMAR AS COISAS COM REAJUSTES DE PREÇOS.....Temos que pensar diferente.....baixar os custos dos caminhoneiros, como Diesel, Pneus, Pedagio. É so manter os custos como estão e diminuir o custo de produção do frete. Pronto vai sobrar mais na mão do motorista. CHEGA DE AUMENTO DE PREÇOS.

      Excluir
  2. Bolsonaro vai verificar se é só pra vcs mesmo placa branca.pos fazendeiro puxa o dele o produto e ainda acaba colocando na rodovia pra ganhar mas dinheiro deixa quieto Sefaz vai .Cai em cima nota CTE em cima do dono todos os caminhões pra não deixar de paga imposto e ainda mas se precisar pagar bens o crédito desses caminhão vai servir

    ResponderExcluir
  3. Comprem todos os caminhões da América do Sul, ninguém é contra cada uma faz o que é melhor pra si. Pra nós terceiros nos interessa a tabela e pronto tudo resolvido e não precisa essa polêmica blz. "Sintan-se os donos do Mato Grosso " Cargill maggi etc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo ! Tem pra todo mundo ! Cada um busque suas melhoras . A 15 anos atrás lembro que as cimenteiras colocaram frota própria pra abaixar o frete! O que deu ? Rodaram 1 ano o passivo trabalhista e os altos custos com estadias e horas extras jogou tudo por terra . Vamos ter calma e lutar pela tabela.

      Excluir
    2. Concordo plenamente Toninho. E acho até que essas páginas de internet e revistas especializadas em transporte fazem um jogo fupldo. Difundem essas notícias de que as grandes empresas vão adquirir frota proppró, só pra ver se a rapaziada do trecho desiste da tabela de frete. Quem paga???
      Tabela de frete Ja!

      Excluir
    3. A vida enteira trabalhamos de graça agora que estamos tendo condições de mantermos nossos caminhoes em condições de trabalho e estamos podendo sustentar nossas famílias eles vem com essas ladainhas para,eles sempre pagaram misérias para os caminhões
      Agora querem por pressão a maiorias deles são todos políticos. Confio no Bolsonaro ele vai colocar a ANTT pra funcionar,por que pro caminhoneiro a lei funciona com taxas agora tem que funcionar pro lado das transportadoras

      Excluir
  4. Os números da Coamo não procedem: sao 133 novas aquisições e não 500.
    Favor retificar.

    ResponderExcluir
  5. Esse trio ai,maggi coamo ejbs quem quebrou o pais? Ai esta a prova o autonomo nao consegue por um pneu novo no seu caminhao enquanto esse trio.e muito mais empresarios bilhionarios vao e compram x de conjuntos novos.quem financia? O mesmo que era pra ajudar o autonomo.o pro caminhoneiro que deveria chamar pro empresario pois quem esta de caminhoes novos ai nao sao autonomos nao.e sim gente gananciosa desse tipo ai.bilhionarios a custas do povo e do dinheiro facil,ai esse mesmo trio e mais um punhado e que votam leis para que os direitos do trabalhador acabem.para que se tenham a mao de obra barata e se encham a boca dizendo que a escravidao acabou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A FARRA DO BNDES ACABOU!!!!

      Excluir
    2. O problema são as bostas bostas do atravessadores, os cara num frete de 4 mil QR ganhar mil pra ficar sentado. E só facilitar abrir uma empresa colocar imposto justo e o caminhoneiro, tratar direito com o contratante. Atravessador e mala. Conheço transportadora w não tem nenhum caminhão e fatura uma grana por mês. Só encima da gente.

      Excluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Onde vao conseguir profissionais para conduzir estes gigantes. Talvez tenham que treinar outros profissionais como por exemplo. motoqueiro,bicicleteiros,carrinheiros etc.

    ResponderExcluir
  8. Tô Aki no Vilhena já 5 dia não Tom entregando ordem ..só pra agregado isso q judia cm o patrao compro caminhão agora tá dificio

    ResponderExcluir
  9. Para de menti a Coamo já tem um monte de caminhão a Coamo pode compra todos os caminhões ela não dá dáete para terceiro msm

    ResponderExcluir
  10. Ela não dá frete para terceiro

    ResponderExcluir
  11. Já carreguei frete da coamo,produto industrializado

    ResponderExcluir
  12. Realmente....Quero ver essas empresas aguentarem o passivo trabalhista e os custos de manutenção...Hora extra, insalubridade, décimo terceiro, afastamento por acidente, indenização por acidente de trabalho, encargos trabalhistas.... Quem vendeu a ideia de frota própria não conhece um mínimo da vida de estradeiro... Só aguardar pra constatar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concerteza os gastos deles vaum aimentar... Tem que começar a fiscalizar as horas dirigidas por lei o descanso não pode ser na boleia ... Quero só ver ...

      Excluir
  13. Quem vai dirigir os caminhões robôs? Pq pela falta de motorista duvido! Ninguém quer mais a ver de caminhão pq ganha mal do risco de vida é muito grande devido a os assaltos e acidentes! Só quero ver pq se e pro cara ficar fora de casa 60 dias e levar em média um salário e meio pra casa e melhor trabalhar de servente de pedreiro do que caminhão!

    ResponderExcluir
  14. Um dia a fatura vai chegar pra essas empresas.

    ResponderExcluir
  15. Alem da falta de motoristas eles vao senti no lombo quanto custa pra eles mante um motorista como manda lei kkk vao comprando

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo. Fora os motistas irresponsáveis tbm. Acidente e blá blá blá.

      Excluir
  16. Tomara que seja caminhões autônomos!!!
    Quem vai dirigir essa frota, pois nossa profissão não tem muito futuro

    ResponderExcluir
  17. Hedson Rhanny Silveira Prado

    ResponderExcluir
  18. Vão explorar os motoristas, pagando uma miséria de salário, e pior que tem motorista que trabalha por miséria só pra pegar caminhso zero aí ficam fazendo rolo na estrada pra compensar o salário.

    ResponderExcluir
  19. E nessecario ter um salário justo e ser mais valorizados

    ResponderExcluir
  20. Noventa por cento dos caminhoneiros só tem carteira assinada só pra bonito por que é tudo comisao do frete que recebem mal da pra viver

    ResponderExcluir
  21. Quero ver onde vão encontrar motorista para esses caminhão, e o custo de manutenção, mais o custo de manter motorista e muito maior do que pagar a tabela e ficar tranquilo.

    ResponderExcluir
  22. O nosso caminhão é dirigido apenas por nós,16 horas por dia. Eles terão que ter pelo menos 3 motoristas por caminhão. Assim sendo, que comprem não apenas mil, comprem milhares e talvez até milhões. Acabarão resolvendo o problema de DESEMPREGO no Brasil. Que bom . Torço por eles.

    ResponderExcluir
  23. Esqueçam tabela, o problema do autônomo não é preço de frete e sim os atravessadores. Temo que lutar para diminuir o lucro do atravessador ou, se possivel, a exoneração destes sangue-sugas.

    ResponderExcluir
  24. A hora de aproveitar e essa por 1000 caminhão n tira a 1 terço das cargas do Brasil aí quando voltarem atrás e chamar os terceiros e a hora de meter a faca nesse povo

    ResponderExcluir
  25. Verdade Ricardo falou tudo

    ResponderExcluir
  26. Vamos todos autonomos entrar nessas empresas ficar la um ano depois sair e colocar na justiça para receber nossos direitos kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  27. O que vejo e cada qual defendendo o seu lucro, mas o caminhoneiro quase que empata, outro fator é o retorno, para uma empresa contratar motoristas e custear todos gastos fica inviável, o que eles estão fazendo é jogando uma notícia falsa no mercado para abaixar o frete! Impossível uma fábrica de implementos entregar todos esses veículos até fevereiro!!

    ResponderExcluir
  28. Começar a por fogo nesses caminhões tão querendo monopolizar
    Blaio Maggi ladrão de terras no MT invasor sem cultura nunca pois a mão na massa

    ResponderExcluir
  29. Deicha só da uma seca só quero ver não ter oque puchar pagar motorista parado prestação de 15000 mil 20000 mil por mês 500 caminhão parado

    ResponderExcluir
  30. De novo dinheiro do bnds pegan e não
    Pagam quem vai pagar ó pobre 3 impreza quem vai pagar 200 milhões de brasileiros

    ResponderExcluir
  31. Não vejo ameaça aos autônomos, em breve verão cono é complicado manter frota, 1000 caminhões não fazem o serviço, 50000 caminhões não fazem o serviço, quando pegarem tres dias de agendamento para descarregar, tiverem que retornar vazios para tentar dar conta da demanda, encargos trabalhistas, verão também que o tabelamento do frete não e tao ruim assim!

    ResponderExcluir
  32. Aí quero ver se não tiver o autônomo para que vai vender seu caminhoes quando forem renovar a frota de não tem frente pra terceiro caminhão usado não tem valor

    ResponderExcluir
  33. Agora é que não vale mesmo a pena trabalhar na estrada! Com certeza vão contratar os pulguentos fãs do DJ Droguinha pra dirigir esses caminhões pelo preço que quiserem pagar.

    ResponderExcluir
  34. Sou neto de caminhoneiro,meu avô trabalhou muitos anos na Brama,minha avó ate hoje é pensionista,sou categoria D,o leão quando quer matar grita o urso pra intimidar fica em pé,não vamos desistir,vamos lutar pelos nossos direitos.

    ResponderExcluir
  35. As grandes empresas conseguem diesel, pneus, seguro, financiamento e não precisam tirar a nota fiscal do serviço de transporte. Nós os terceiros somos melhores motoristas e trabalhamos mais.No final das contas acho que eles vão ter surpresas negativas. Também acho que isto é pressão em cima das empresas de transporte.

    ResponderExcluir
  36. Parabéns pra quem pode manter uma frota de caminhão trabalhando tomara que acha motorista profissional porque caminhao não anda e nunca vai andar sozinho

    ResponderExcluir
  37. Pode esperar após cinco anos vai sobrar so sucata,e incargo trabalhista?

    ResponderExcluir
  38. E quem vai pagar estes veículos o BNDS ou o povo brasileiro?

    ResponderExcluir
  39. Se for verdade mesmo ,espero governo investigue pois e lavagem de dinheiro ,e TB quero ver motorista para dirigir ,mas isso e feik com certeza Maggi melhor que ninguém sabe que e inviável comprar caminhão

    ResponderExcluir
  40. É só começar bater, tombar, roubar os caminhões e motoristas por na justiça q eles abandonam

    ResponderExcluir
  41. Quero ver arrumar 1000 motoristas para trabalhar pra eles a escaseis de profissionais quero so ver

    ResponderExcluir