CNT revela que a Petrobras mente sobre reajustes nos preços dos combustíveis

A Confederação Nacional dos Transportes (CNT) divulgou nesta quarta-feira (23) uma nota oficial com duras críticas as decisões tomadas pelas Petrobras nos últimos meses, especialmente sobre a política de preços sobre os combustíveis. 
Em nota, a entidade considera como uma medida desproporcional a política de preços adotada pela Petrobras em suas refinarias, que acompanha a alta das cotações internacionais do petróleo, uma vez que a empresa possui custos internos e não internacionais.
A CNT considera ainda a política de preços da petroleira como equivocada e desastrosa. Revela ainda que a mesma poderia ter sido implantada em pior momento para o setor transportador, que ainda luta para superar as perdas da forte recessão econômica. "Transportadores não podem responder pela ineficiência da Petrobras e pela corrupção que ocorreu na estatal", destaca trecho da nota. 
Além das críticas a Petrobras e suas respectivas decisões, a Confederação Nacional dos Transportes (CNT) também criticou a decisão do Governo Federal de cortar a CIDE sobre o óleo diesel. 
"A solução apresentada, até o momento, pelo governo em nada contribuirá para garantir as condições mínimas de operação do transporte rodoviário de cargas e passageiros no país. A retirada da Cide sobre o óleo diesel terá impacto irrisório no preço final do combustível.", destacou a confederação. 
As críticas da CNT acontecem durante a grande paralisação nacional do transporte rodoviário de cargas promovidas pelos próprios caminhoneiros e outras entidades que representam os profissionais do setor. Nesta quinta-feira (24) a paralisação chega ao seu quarto dia de protestos em todo o país. 

LEIA: Caminhoneiros dão início ao 4º dia de paralisação em todo o Brasil


Saiba tudo sobre a greve de caminhoneiros: CLIQUE AQUI

TEXTO: Lucas Duarte

Blog Caminhões e Carretas 

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Falou falou e não disse nada, só jogaram uma reclamação sem pe e nem cabeça apenas para reclamar da Petrobrás. CNT antro de esquerdistas.

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, desrespeito ou ofensas não serão toleradas nos comentários.