Preço do diesel sobe 6% em uma semana

Em apenas uma semana o preço do óleo diesel já acumula alta de 6% nas refinarias de todo o país. O número é fruto de três reajustes feitos pela Petrobras nos últimas dias e um quarto previsto previsto para amanhã (7).
Segundo a petroleira, a partir das 0h desta quinta-feira (7) o preço do óleo diesel será elevado em 0,7%. A alteração de preços foi publicada no site oficial da empresa (www.petrobras.com.br/precosdistribuidoras). 
De acordo com Petrobras, os últimos aumentos são consequência do Furacão Harvey, que atingiu os Estados Unidos na última semana. O desastre natural atingiu importantes regiões petroleiras do país, impactando diretamente no preço dos combustíveis em todo o mundo. 
Apesar da justificativa, a não informou em quanto o reajuste nas refinarias poderá impactar no preço final ao consumidor. Segundo a empresa a decisão de aumentar ou não dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de petróleo, especialmente distribuidoras e postos de combustíveis, já que a lei brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados.
Alterações diárias no preço dos combustíveis se tornaram comuns após a empresa aprovar e colocar em prática uma nova política de preços, tendo como objetivo aumentar a frequência de ajustes nos preços, garantindo assim maior competitividade no mercado nacional frente as importações de combustíveis. 


Gasolina 
O preço da gasolina nas refinarias também está incluído na política de preços da Petrobras. Segundo a empresa, o preço do combustível será reduzido em 3,8% a partir da 0h desta quinta-feira (7). A redução acontece após três aumentos consecutivos que se somados chegam a 10,2%. 

TEXTO: Lucas Duarte
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. NA VERDADE, O QUE MAIS ENCARECE ESSES COMBUSTÍVEIS NÃO SÃO OS DESASTRES NATURAIS, MAS SIM OS PRÓPRIOS IMPOSTOS DESSE GOVERNO LADRÃO, QUE SABE QUE OS CAMINHONEIROS SÃO UMA CLASSE DESUNIDA E NÃO TEM CULHÃO PARA TOCAR UMA GREVE GERAL POR UNS 6 MESES DIRETO. DAQUI UNS TEMPOS AS TRANSPORTADORAS TERÃO QUE SE ASSOCIAR PARA IMPORTAREM PETRÓLEO E PRODUZIREM SEUS PRÓPRIOS COMBUSTÍVEIS PORQUE NESSES POSTINHOS CAREIROS NÃO VAI DAR MAIS PARA ABASTECER.

    ResponderExcluir