Volvo vende ônibus elétricos para Luxemburgo

A Volvo recebeu um pedido de quatro ônibus elétricos da operadora de transporte público Sales-Lentz, em Luxemburgo. Os ônibus serão utilizados na cidade de Differdange.
A Sales-Lentz, uma das maiores operadoras de transporte público de Luxemburgo, é precursora na introdução de veículos com  tecnologias alternativas em sua frota. Ela foi a primeira empresa a comprar híbridos da Volvo na Europa, ainda em 2009. Hoje, são 24 híbridos e 12 elétricos híbridos da Volvo em sua frota. 
Com a compra de quatro ônibus elétricos, a Sales-Lentz agora dá mais um passo em direção à eletrificação. Os ônibus serão utilizados na cidade de Differdange, na região Sudoeste de Luxemburgo.
Os ônibus são vendidos como uma solução pronta para entrar em funcionamento. A Volvo será responsável pela manutenção dos veículos, o que inclui a manutenção da bateria a um custo mensal fixo. O início das operações está previsto para o segundo trimestre de 2017.
“Com esta nova e eficiente tecnologia desenvolvida pela Volvo, a Sales-Lentz auxilia a cidade de Differdange em sua ambição de criar uma mudança sustentável para o transporte de pessoas e melhorar a qualidade de vida dos cidadãos. A mudança é a mãe do progresso”, diz Wolfgang Schroeder, diretor administrativo da Sales-Lentz.
“Depois de muitos anos de empenho, implementamos um ambicioso plano de conceber nossa cidade de forma sustentável. Chamado ‘Differdangechange’, queremos repensar a eficácia de todas as nossas ações, particularmente no nosso transporte coletivo, o ‘Diffbus’. Estamos orgulhosos que nossos ônibus urbanos possam fazer parte de um sistema pioneiro e participar de forma exemplar desta mudança para preservar nossa cidade e o meio ambiente”, argumenta Roberto Traversini, prefeito da cidade de Differdange.
“Os ônibus elétricos são uma solução econômica para as cidades reduzirem os problemas de má qualidade do ar e ruídos. Os ônibus silenciosos e sem emissões também abrem possibilidades inteiramente novas de planejamento urbano”, afirma Håkan Agnevall, presidente da Volvo Buses.
Os ônibus receberão recargas rápidas nos pontos finais e sempre que estiverem ociosos. Para facilitar a introdução de ônibus elétricos nas cidades europeias, a Volvo, juntamente com outros fabricantes de ônibus e de infraestrutura, fez um acordo no segundo trimestre para garantir uma interface aberta entre os ônibus elétricos e a infraestrutura de recarga. O sistema prevê contatos automáticos de pantógrafo, comunicação sem fio, placas de contato e equipamentos de infraestrutura que automaticamente colocam os veículos em contato com um pantógrafo.

Volvo 7900 Elétrico
Ônibus urbano inteiramente elétrico com 2 eixos e 12 metros de comprimento, com piso baixo e três portas.
80% menos consumo de energia do que um ônibus a diesel do mesmo porte.
Operação silenciosa e sem emissão de poluentes.
Equipado com um motor elétrico e baterias de íon de lítio.
As baterias podem ser recarregadas nos pontos finais de três em até seis minutos*. 
Interior luminoso e arejado.
85 passageiros.

Interface Aberta
· Interface aberta entre a estação de recarga e o veículo.
· Oferece cargas de 150 kW ou 300 kW.
· A recarga leva de 3 a 6 minutos*
· O pantógrafo invertido permite o uso de uma interface leve e de baixo custo no teto do ônibus.
· Carregamento estático condutor com pantógrafo, no qual a comunicação entre o ônibus e a estação de recarga é feita por Wi-Fi.

*O tempo de recarga depende de condições de carga, topografia e clima.
FONTE: Volvo 
Compartilhe no Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário