Facchini

Randon New R

2023 deverá chegar ao fim com 150.000 implementos rodoviários vendidos no Brasil

Rodotrem basculante verde Facchini em pátio de entrega
Reprodução

Em média, 12.500 implementos rodoviários estão sendo vendidos todos os meses no Brasil; Carretas com 4º eixo e locação de implementos estão impulsionando o mercado

Google News
A indústria brasileira de implementos rodoviários deverá encerrar o ano de 2023 com pouco mais de 150.000 exemplares comercializados em todo o país. A previsão é confirmada pela Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (ANFIR). 


De acordo com os números oficiais da entidade, de janeiro a novembro de 2023, 137.877 unidades foram comercializadas no Brasil, o que representa média mensal de emplacamentos em 12.500 unidades, sendo 7.500 Reboques e Semirreboques e 5 mil Carroceria sobre chassis. Se mantida a média em dezembro, o total do ano ficará um pouco abaixo das 154,7 mil unidades vendidas internamente em 2022, mas não será considerado queda de mercado. 

Mesmo com um provável menor número de unidades emplacadas em 2023 a indústria terá tido um ano bom para seus negócios”, afirma José Carlos Spricigo, presidente da ANFIR. Segundo o executivo, os bons resultados de 2023 são apoiados pelo sucesso das carretas com 4º eixo e pelo crescente mercado de locação de implementos.


Resultados de novembro
Somente no mês de novembro 12.790 implementos rodoviários foram negociados em todo o Brasil, volume um pouco menor em relação ao mês anterior, outubro, quando 13.911 unidades foram vendidas. A causa para isso está no fato de novembro ter menos dias úteis e mais emendas de feriado. “Os dias parados afetam as vendas e a atividade industrial, reduzindo o ritmo de nossa indústria”, diz o presidente da ANFIR. 

Confira na íntegra os números da ANFIR: CLIQUE AQUI



NOTÍCIA ANTERIOR PRÓXIMA NOTÍCIA