Facchini

Randon New R

IVECO cresce em 2023 e projeta expansão para o próximo ano

IVECO S-Way 540 prata puxando bitrem graneleiro na estrada
IVECO/Divulgação

IVECO se destacou em vendas nos segmentos de comerciais leves, médios e semipesados; ampliação da produção, conectividade e expansão da rede estão entre as metas da marca para 2024

Google News
Na contramão do cenário desafiador que se desenhou para o mercado brasileiro de caminhões ao longo de 2023, a IVECO, marca pertencente ao Iveco Group, demonstrou mais uma vez resiliência ao consolidar importantes negócios e encerrar o ano em crescimento. 


De acordo com o balanço oficial da marca, de janeiro a novembro deste ano, a marca manteve a liderança incontestável do segmento de comerciais leves com 35,7% de market share. Já no segmento de caminhões médios, a montadora de origem italiana foi responsável por 13,2% das vendas.  Apoiada pela linha Tector, a marca também conquistou 11,2% de participação de mercado no segmento de caminhões semipesados de janeiro a novembro deste ano.

Ao longo de 2023, a mais recente aposta da marca, o IVECO S-Way, considerado o melhor caminhão pesado já fabricado pela marca no Brasil, também contribuiu para os resultados excepcionais da marca. Prova disso é conquista de novos clientes e a venda de grandes lotes da linha para grandes transportadoras, como por exemplo para o Grupo Tombini, Grupo Bom Jesus, RTE Rodonaves, entre outras empresas. 


Para 2024, as projeções da marca são ainda melhores. Alinhada com a previsão da Associação Nacional dos Fabricantes de Autoveículos (ANFAVEA), a marca acredita que o mercado de transportes poderá apresentar um crescimento na ordem de 10% no próximo ano. A alta deverá ser impulsionada principalmente pelo corte na taxa de juros e retomada das vendas de caminhões Euro 6 com fim dos estoques de modelos Euro 5.

Com o objetivo de manter a trajetória de crescimento, a IVECO ainda prepara para o próximo ano  um incremento na produção, ampliação da frota conectada, expansão da rede com centros especializados e início das vendas do portfólio movido a propulsão alternativa.




NOTÍCIA ANTERIOR PRÓXIMA NOTÍCIA