Facchini

Randon New R

Vendas de implementos rodoviários se mantém estáveis no primeiro bimestre de 2023

Coopercred Implementos

Mais de 22 mil implementos rodoviários foram emplacados em todo o Brasil nos dois primeiros meses do ano; Basculante, Graneleiro e Carrega Tudo lideram as vendas no segmento pesado

Google News
A indústria brasileira de implementos rodoviários encerrou o primeiro bimestre de 2023 registrando uma importante estabilidade no número de negócios realizados. A informação é confirmada pela Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (ANFIR).


De acordo com o balanço oficial da entidade, 22.681 implementos rodoviários foram entregues e emplacados em todo o Brasil de janeiro a fevereiro, recuo de apenas 1,23% em relação ao mesmo período 2022, quando 22.964 exemplares foram comercializados.

A diferença representa uma fração bem pequena de mercado o que indica certa estabilidade nesse início de ano”, avalia José Carlos Spricigo, presidente da ANFIR. “As atividades do agronegócio, o maior cliente do nosso setor, estão ainda no início”, completa.


Considerando cada segmento separadamente, no primeiro bimestre do ano foram comercializadas 10.182 carrocerias sobre chassi,  recuo de 0,56% em relação ao acumulado de janeiro e fevereiro de 2022, quando 10.239 unidades foram comercializadas. Neste segmento, os modelos Tanque, Bau Lonado e Basculante, ligados a construção civil e comércio entre mercado de atacado e de varejo, se destacam.

Já o segmento de reboques e semirreboques encerrou os dois primeiros meses de 2023 com um total de 12.499 unidades comercializadas, leve recuo de 1,78% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 12.725 exemplares foram comercializados. Já neste segmento os modelos Basculante, Graneleiro e Carrega Tudo apresentam curva positiva de crescimento, revelando que o agronegócio e a construção civil seguem com demanda aquecida. 


Confira na íntegra o balanço da ANFIR: CLIQUE AQUI


NOTÍCIA ANTERIOR PRÓXIMA NOTÍCIA