Preço médio do frete por quilômetro rodado aumentou 38,91% em 2022

Facchini/Divulgação

Segundo o Índice de Frete Repom (IFR), alta do diesel impulsionou o aumento; em relação a 2019, ano pré-pandemia, alta registrada chega a 62%

Google News
Diretamente impactado pela disparada no valor do litro do óleo diesel, o preço médio do frete por quilômetro rodado chegou ao final de 2022 registrando uma alta de 38,91% em relação ao registrado no ano anterior, quando registrou média de R$ 7,14. A informação é confirmada pelo mais recente levantamento do Índice de Frete Repom (IFR).


Há um cenário de queda no preço médio do frete para esse ano, impactado por fatores internacionais e internos, como a prorrogação da isenção de impostos federais sobre o diesel por mais um ano e novas reduções na tabela do piso mínimo do frete da ANTT. Ainda assim, o valor médio deve permanecer mais elevado em relação aos anos anteriores”, destaca Vinicios Fernandes, diretor da Repom.

De acordo com o IFR, ao longo de 2022, o preço médio apresentou oscilações entre recuo e altas, com destaque especial para o mês de julho, período em que foi registrado a média mais elevada (R$ 8,04). Já no comparativo com o consolidado de 2019, ano pré-pandemia de Covid-19 (Coronavírus), em que o preço médio do frete fechou o ano a R$ 4,41, o aumento identificado foi de 62%.


Na retomada sucessiva dos negócios, um dos reflexos do fim da fase mais dura da pandemia tem sido a dificuldade que as empresas enfrentam para encontrar caminhoneiros para a realização do transporte de cargas. Por questões relacionadas à oferta e demanda, esse fator também encarece o preço do frete e deve ser um dos desafios para o setor em 2023”, conclui Fernandes. 

O IFR é um índice do preço médio do frete e sua composição, levantado com base nas 8 milhões de transações anuais de frete e vale-pedágio administradas pela Repom. Marca da Edenred Brasil, a Repom é especializada em soluções tecnológicas de gestão e pagamento de despesas para o mercado de transporte rodoviário de carga e há 30 anos é líder no segmento de pagamento de frete e vale-pedágio, com mais de 1 milhão de caminhoneiros atendidos por suas soluções em todo o Brasil.


Postar um comentário

0 Comentários