Conheça 3 caminhões Scania SUPER que serão destaque a partir de 2023

Scania/Divulgação

Novos motores de 13 litros com potências de até 560 cv, transmissões mais leves e novo freio motor de cabeçote, estão entre as principais novidades dos caminhões Scania SUPER

Google News
Em total sintonia com o que já é comercializado no mercado europeu, o Brasil passará a contar a partir de 2023 com o trem de força mais eficiente da história da Scania. Batizada de SUPER, a solução chega com a importante missão de atender com precisão a nova norma de emissões Proconve P8, popularmente conhecida como Euro 6.


A nova solução da montadora sueca traz como principal destaque os novos motores de 13 litros com potências de 420, 460, 500 e 560 cv, e torques que variam entre 2.300 e 2.800 Nm. Os propulsores ainda trarão como diferenciais, aumento da pressão de pico no cilindro para 250 bar, duplo comando de válvulas no cabeçote​, fricção reduzida dos componentes internos e melhorias da lubrificação, refrigeração e da eficiência do turbo compressor. 


O trem de força Scania SUPER também contará com novas caixas de câmbio G25CM e G33CM, agora mais leves e com trocas de marchas ainda mais rápidas. Indicada para os caminhões torque de entrada de 2.500 Nm e potência de até 460 cv, a nova caixa G25CM está 75 kg mais leve quando comparada com a atual GRS905. Já a G33CM, 60 kg mais leve, será aplicada nos caminhões com torque de entrada de 3.300 Nm e potência a partir de 500 cv.

As novidades do inédito trem de força Scania ainda são complementadas pela introdução dos novos eixos traseiros R885 e RB885. Mais robustos e com maior capacidade de carga, os novos componentes asseguram velocidades mais altas mesmo em baixas rotações e contam ainda com cardan reto nas versões 6x4.

Os caminhões Scania SUPER também sairão de fábrica com a nova unidade de otimização do tanque de combustível. Batizado de FOU (Fuel Optimization Unit), o recurso exclusivo da Scania funciona como um tanque de captura capaz de garantir a utilização máxima do combustível. 


3 caminhões de destaque
Além das inúmeras possibilidades de configuração através do sistema TMA (Tailor Made for Aplication), quatro exemplares da gama SUPER prometem se destacar no mercado brasileiro a partir da próximo ano, segundo a Scania. São eles:

460 R com transmissão G25CM e eixo R885, 13 litros: Para atender com precisão o transporte de cargas gerais e frigorificadas, o novo Scania SUPER 460 R 6x2 com transmissão G25 e novo eixo R885 será a principal configuração recomendada pela montadora, afim de assegurar alta eficiência operacional e baixo consumo de diesel.

500 R com transmissão G33CM e eixo R885, 13 litros: O transporte de grãos e combustíveis poderá ser atendido com precisão pelo novo Scania SUPER 500 R 6x2. O modelo traz como diferenciais a nova caixa G33, novo eixo R885 e um novo freio motor de cabeçote (CRB) de série que ainda poderá ser complementado pelo Scania Retarder, oferecido como opcional. Segundo a marca, além da robustez e do baixo consumo de diesel, a configuração também se destacará pela melhor dirigibilidade e tara reduzida.

560 R com transmissão G33CM e eixo RB885, 13 litros: Já o transporte de grãos e combustíveis que opera com até 74 toneladas de Peso Bruto Total Combinado (PBTC) poderá ser atendido pelo novo Scania SUPER 560 R 6x4 que traz consigo, caixa G33 e eixo RB885 com relação 3,07 como recomendação. O modelo também contará com novo freio motor de cabeçote (CRB) de série e opção de Scania Retarder.



Postar um comentário

0 Comentários