Fenatran já conta com 500 marcas e prevê 65 mil visitantes com volume de negócios acima de R$ 9 bilhões

Fenatran/Divulgação

Evento acontece de 07 a 11 de novembro no São Paulo Expo; Credenciamento para a feira pode ser feito gratuitamente no site oficial do evento

Google News
A 23ª edição da Fenatran, a maior feira de transporte rodoviário de cargas e logística na América Latina, já tem presença confirmada de mais de 500 marcas, de 07 a 11 de novembro no São Paulo Expo. “O número de marcas confirmadas neste ano é superior em 20% frente à última edição, de 2019, quando foi gerado um volume de negócios de R$ 8,5 bilhões. Com base nas novas tecnologias, no avanço da Euro 6 e no engajamento das empresas na retomada da feira e na sua enorme capacidade de alavancar vendas, acreditamos que a Fenatran em 2022 deverá gerar um volume total de negócios superior a R$ 9 bilhões”, estima Luiz Bellini, diretor de Portfolio da RX.

A tradição e a força da Fenatran de reunir empresas que tem novidades para vender com um público especializado que deseja comprar deverá fazer com que a edição deste ano seja a maior de sua história. Por isso, já estamos iniciando o credenciamento para os visitantes a partir desta sexta-feira, 26 de agosto. Acreditamos que vamos receber mais de 65 mil visitantes no evento”, estima Ana Paula Pinto, gerente da Fenatran.

Para marcar o momento pré-feira, a RX realizou em agosto, a Roda Digital Fenatran 2.2, para discutir com os principais players do setor “Os Caminhos do Transporte Rodoviário no Brasil”. Todo o conteúdo desse Summit já está disponível on demand no site do evento www.fenatran.com.br Para atingir os resultados esperados da Fenatran, não faltarão lançamentos de produtos e novas tecnologias durante o evento. Executivos das montadoras que participaram do painel “Expectativas e Tendências para a Fenatran” anteciparam no encontro o que os visitantes poderão encontrar em seus stands no evento.


Gabriel Fernandes, Diretor de Vendas da DAF, destacou que a empresa está preparando uma experiência única para os visitantes. “A Fenatran será o momento de mostrarmos aos clientes nossos lançamentos, produtos e serviços e o que estamos fazendo nesses 9 anos no Brasil. A expectativa é de um volume significativo de vendas, de acordo com a nossa capacidade de entrega dos produtos, e alinhada ao nosso planejamento de crescimento constante no Brasil”, comentou o executivo.

Nossa participação na Fenatran 2022 será histórica. Teremos um estande especial na feira, além de apresentarmos o portfólio completo Euro VI, soluções em combustíveis alternativos para o transporte de cargas e sistemas de conectividade no suporte ao cliente por meio da nossa Rede de atendimento. Nosso foco total é o cliente e é para ele que estamos nos preparando para a Fenatran”, comentou Wagner Tillmann, gerente comercial da Iveco.

A Fenatran será uma feira democrática para conversar tanto com os grandes frotistas como com os pequenos transportadores”, segundo Marcos Andrade, gerente sênior de Marketing de Produto & Estratégia Caminhões da Mercedes-Benz. O executivo acredita que volumes consistentes de vendas poderão ser realizados e que a marca vai destacar a importância da adoção do Euro 6 e seu impacto para o meio ambiente.


A Scania tem também boas expectativas de negociações durante a Fenatran, onde ela marcará os encerramentos das comemorações dos 65 anos da empresa no Brasil. De acordo com Márcio Furlan, diretor de Marketing, Comunicação e Experiência do cliente, a marca vai apresentar o seu novo portfólio completo de produtos Euro 6, desde os semipesados, passando pelos pesados e fora de estrada, com destaque para a sustentabilidade e as soluções de serviços para o transporte. “Combustíveis alternativos e a eletrificação são alguns dos meios principais para a redução das emissões e não únicos, sendo a conectividade e a eficiência energética também pontos essenciais nesta jornada”, destacou ele, lembrando que a empresa já conta com 600 veículos a gás vendidos no Brasil. A abordagem da Scania estará relacionada aos pilares da eficiência energética, transporte inteligente e seguro e combustíveis alternativos e eletrificação. Além da conectividade que torna a gestão do cliente mais completa, com frotas eficientes e reduzindo custos e emissões de poluentes.

A Volvo apresentará na Fenatran todo o portfólio de produtos e serviços da marca e destacará suas soluções voltadas à sustentabilidade, para incrementar os negócios da marca. Segundo Clovis Lopes, Gerente Comercial da empresa, a empresa vai mostrar para os clientes de todo o País uma série de inovações que ajudarão os transportadores a contar com maior disponibilidade de seus caminhões e com menor consumo de combustível. De acordo com Lopes, a Volvo tem puxado esse contexto no mundo inteiro, valorizando as novas tendências em relação a eletrificação, ao hidrogênio e outras tecnologias que serão oferecidas aos clientes. “Já estamos nos adequando à Euro 6 e vem aí uma nova esteira de novos produtos para os nossos clientes”.

Para Sergio Pugliese, Diretor de Vendas de Caminhões da VWCO, a Fenatran marcará em novembro a retomada do principal evento de negócios do setor após o período da pandemia. “A feira acende uma chama que fica acesa por muitos meses rendendo novos negócios”, destacou o executivo. A Volkswagen está reservando para o evento a apresentação de novos lançamentos e tecnologias. “A feira de maior expressão do setor, que movimenta toda a América Latina, será um show do transporte’, prevê o executivo. Segundo Pugliese, a presença da marca na feira vai proporcionar uma experiência completa aos clientes, com um apelo forte em conectividade, serviços digitais, prestação de serviços, pós-vendas, valor de revenda e ESG, por exemplo.
 

Presidentes das entidades do setor avaliaram os caminhos do transporte de cargas
A Rota Digital Fenatran 2.2 contou também com um painel exclusivo com os presidentes das entidades do setor para falar sobre Os Caminhos do Transporte de Cargas no Brasil.

O presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Márcio de Lima Leite, estima para o setor de caminhões um mercado total em 2022 da ordem de 130 mil unidades, praticamente o mesmo volume do ano passado, um desempenho que foi prejudicado pela crise dos semicondutores. Essa crise, segundo ele, gerou uma perda na produção global de 11 milhões de veículos, com uma parcela significativa na fabricação de caminhões. Para o próximo ano, a produção continuará ainda sendo limitada pela falta de semicondutores até julho e por isso a estimativa de crescimento não deverá ser superior a 10%, segundo o executivo.

Para José Carlos Spricigo, presidente da Anfir (Associação Nacional Fabricantes de Implementos Rodoviários), a previsão para este ano é a de um mercado total da ordem de 165 mil implementos, semelhante ao ano passado, com um maior número de leves, que deverá chegar a 85 mil implementos. Spricigo comentou que uma grande parte das associadas, mais de 50 de um total de 153 empresas, já garantiram a participação na Fenatran, ocupando uma área total de 15.000 m2. As associadas vão levar para a exposição soluções em conectividade, inteligência embarcada, eixos regenerativos e eficiência energética.

José Maurício Andreta Júnior, presidente da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículo Automotores) aposta num crescimento do mercado total em 2022 nos mesmos níveis do ano passado, devendo registrar um crescimento em torno de 4,5 a 5%. O presidente do Sindipeças (Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores), Cláudio Sahad, comentou que os preços dos componentes neste ano subiram não apenas em função do aumento do preço do petróleo. Houve também o impacto do aumento do custo da mão-de-obra, da ordem de 12% e da energia elétrica, lembrando que é uma cesta de componentes que fazem a formação de preços. Sahad comentou que no primeiro semestre deste ano as vendas de autopeças registraram um crescimento da ordem de 26%, as exportações subiram quase 6% e o mercado de reposição cresceu mais de 13%. “Nossas expectativas para este ano são muito boas”.


Painel com NTC e transportadoras
A Rota Digital Fenatran 2.2 também teve a participação da NTC (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística) e outros representantes das transportadoras. O presidente da NTC, Francisco Pelucio, comentou que a retomada da Fenatran de forma presencial será fundamental para voltar a criar a sinergia entre expositores e visitantes, e ajudar a promover a retomada dos negócios. O painel completo com a participação dos empresários Sérgio Mário Gabardo, CEO da Transgabardo; Marcelo Patrus, CEO da Patrus; João Bessa, CEO da Transjordano; e Sérgio Pedrosa, CEO da Transpedrosa, a exemplo de todos os que aconteceram no evento estarão disponíveis on-demand no site oficial da feira.

A Fenatran de 2022
A 23ª edição da Fenatran, a maior feira do setor de transporte rodoviário de cargas e logística na América Latina, será realizada de 07 a 11 de novembro, no São Paulo Expo. Mesmo com a capacidade ampliada para uma área total de 100 mil m², 20% a mais do que a última edição, em 2019, a feira já está 100% ocupada pelos expositores. Já garantiram espaços para a apresentação de suas novidades para o mercado todas as montadoras do setor, os principais players de implementos rodoviários e outros segmentos que fazem parte da cadeia de valor de transporte, intralogística e last mile, como monitoramento, sistemas inteligentes, pneus, lonas, motores e muito mais.

A feira ainda contará com um auditório de conteúdo, localizado na rua principal do pavilhão, com palestras diárias sobre temas relevantes para o setor, além do Fenatran Experience, o test-drive em que os visitantes terão a oportunidade de dirigir uma máquina do setor.

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários