DAF apresenta nova linha de caminhões com motores Euro 6

DAF/Divulgação

Motores PACCAR MX-11 e MX-13 com tecnologias EGR e SCR, novo motor PACCAR PX-7, nova opção de suspensão e introdução de novas tecnologias estão entre as novidades

Google News
Em total sintonia com a nova norma de emissões Proconve P8, a DAF marca presença na 23ª edição da Fenatran, a maior feira de transporte rodoviário de cargas e logística na América Latina, e apresenta ao mercado brasileiro a linha caminhões Euro 6 2023.

A DAF está um passo à frente no lançamento dos novos motores Euro 6/ Proconve P8, pois elevou o patamar dos seus caminhões, com menor alteração construtiva do motor. Esta característica se traduz em mais confiabilidade para o cliente, que terá um DAF robusto e de alta qualidade como ele conhece, e muito mais eficiente e com baixo nível de emissão de poluentes”, afirma Alan Messias, Diretor de Desenvolvimento de Produto da DAF Caminhões Brasil.

Além de motores totalmente atualizados, as novidades da montadora holandesa também incluem a introdução de novas tecnologias que elevam o portfólio de produtos a um novo patamar.


Motores MX-11 e MX-13 atualizados
Para entregar uma redução de até 10% no Custo Operacional Total (TCO), a partir do próximo ano, os consagrados propulsores PACCAR MX-11 e MX-13 contarão com uma nova calibração de injeção de diesel nos motores MX-11 e MX-13, nova bomba d’água variável. Já o tratamento dos gases poluentes ficará a cargo da combinação de duas importantes tecnologias, o EGR (Recirculação de Gases a Exaustão) e o SCR (Redução Catalítica Seletiva), com a adição do Filtro DPF (Filtro de Material Particulado). 

De acordo a montadora de origem holandesa, além de consumirem menos Arla 32, sendo, apenas 5% em relação ao diesel, a combinação das novas tecnologias proporcionará mais eficiência no tratamento da fumaça que sai do escapamento. Já a manutenção do DPF poderá ser feita a cada 540.000 quilômetros.

Outra importante novidade nos propulsores está na utilização de Ferro Fundido Vermicular, solução que apresenta 75% a mais de durabilidade quando comparada ao tradicional ferro fundido cinzento. O novo material possibilita uma redução na espessura das paredes sem perder resistência, característica que se traduzi em menor peso, menor vibração e menos ruído. Destaca-se ainda alta resistência térmica e a combustão mais eficiente.

Segundo a DAF, o novo motor PACCAR MX-13 seguirá sendo ofertado com potências de 480 cv e 530 cv. Já o PACCAR MX-11 passará a contar com as novas potências de 340 cv e 370 cv, além das já conhecidas versões com 410 cv e 450 cv. Ambos os propulsores também seguirão sendo combinados com a consagrada transmissão automatizada XF TraXon de 12 velocidades.


Novo motor PX-7
DAF/Divulgação
As versões semipesada da linha DAF CF também contarão com importantes novidades para atender a norma Euro 6. Destaque especial para o novo motor PACCAR PX-7, de 6,7 litros e 6 cilindros em linha, que diferentemente dos propulsores maiores, seguirá contando apenas com tecnologia SCR para tratamento dos gases poluentes, incluindo ainda filtro DPF, DOC e novos tubos de exaustão e admissão.

O novo propulsor chegará contando ainda com três novas opções de potência, sendo, 250 cv, 290 cv e 310 cv, com Freio Motor de cabeçote com 245cv de potência. Segundo a marca o novo motor PACCAR PX-7 ainda poderá ser combinado com a nova ZF Ecotronic de 9 velocidades, ofertada em versões automatizada e manual.

O motor PACCAR PX-7 é uma plataforma consagrada na Europa e o cliente brasileiro vai se surpreender com a sua eficiência e economia. Em conjunto com a nova transmissão ZF Ecotronic, o novo motor tem desempenho em diversas aplicações, confirmando a versatilidade do novo CF Semipesado Rígido. Além disso, essa combinação é significativamente mais eficiente que a anterior, contribuindo para menores níveis de CO2 e, consequentemente, menor consumo de combustível, menor consumo de Arla 32 e menor custo operacional total”, afirma Messias.


Novidades nas linhas XF e CF
As novidades das linhas XF e CF não se resumem apenas a atualização do trem de força. A partir do próximo ano, os modelos também contarão com Controle de Cruzeiro Preditivo de série, tecnologia que peermite que o veículo antecipe as trocas de marchas através de GPS, mantendo o veículo na rotação ideal e sendo responsável por um redução significante no consumo de combustível.

Já a partir do segundo semestre de 2022, as versões 4x2 e 6x2 de ambas as linhas também contarão com a opção de suspensão pneumática full air.


Postar um comentário

0 Comentários