Mercado de implementos encerra o mês de outubro com leve queda de 3,9%

Samuel Zulianelo/Randon

Mais de 128 mil implementos rodoviários já foram emplacados em todo o Brasil neste ano; Para a ANFIR, retração está ligada a decisão do mercado de optar por negociar na Fenatran

Google News
A indústria brasileira de implementos rodoviários encerrou o o mês de outubro registrando uma leve retração no número de negócios. Na avaliação da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (ANFIR) a retração está associada a decisão do mercado logístico de reduzir as aquisições para aproveitar as condições de venda mais atraentes oferecidas pela indústria na Fenatran.

"O desempenho de emplacamentos seguia uma espiral positiva e o resultado de outubro indica que os empresários foram à Fenatran em busca de melhores oportunidades de negócios", avalia José Carlos Spricigo, presidente da ANFIR.

Somente no mês de outubro, foram emplacados 11.906 produtos, ante 13.322 implementos em setembro. Já no acumulado do ano, ou seja, de janeiro a outubro de 2022, 128.940 implementos rodoviários foram emplacados em todo o país, recuo de apenas 3,95% em relação ao mesmo período de 2021, quando 134.241 foram entregues.


A expectativa é que os negócios realizados nos cinco dias da Fenatran que reflitam no desempenho do ano revertendo esta pequena queda que se apresenta no momento”, diz o presidente da ANFIR.

Considerando cada segmento separadamente, nos dez meses de 2022 foram comercializadas 59.932 carrocerias sobre chassi,  alta de 1,53% em relação ao mesmo período de 2021, quando foram comercializadas 59.028 unidades. 

Já o segmento de reboques e semirreboques chegou ao fim de outubro com um total de 69.008 unidades comercializadas, queda de 8,25% em relação ao em relação ao mesmo período de 2021, quando foram comercializadas 75.213 unidades.


Balanço dos implementos na Fenatran 2022
O setor brasileiro de implementos rodoviários encerrou a participação na 23ª edição da Fenatran, a maior feira de transporte rodoviário de cargas e logística na América Latina, com bons motivos para comemorar. Prova disso é a previsão de um faturamento de R$ 3,5 bilhões em vendas ao mercado interno, como resultado das ações durante o evento.

As ações do setor também incluíram uma Rodada de Negócios que contou com a participação de 25 importadores de 10 países, que se reuniram com 75 fabricantes brasileiras de implementos rodoviários. A previsão é de que os dois dias de negociações gere um faturamento de US$ 18 milhões em exportações. 

Neste ano, 13 mil metros quadrados foram ocupados por 50 empresas associadas à ANFIR. 


Postar um comentário

0 Comentários