Vendas de caminhões seminovos recuam 11% em setembro

Mercedes-Benz/Divulgação

Mais de 30 mil caminhões seminovos foram negociados em todo o país no mês de setembro; acumulado de vendas ao longo de 2022 também apresenta retração em relação ao ano anterior

Google News
Apresentando oscilações, o mercado brasileiro de caminhões seminovos encerrou o mês de setembro registrando queda no número de transações. A informação é confirmada pelos números oficiais da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (FENABRAVE).

De acordo com o balanço oficial da entidade, 30.406 caminhões seminovos foram negociados ao longo de todo o mês de setembro, queda de 11,18% em relação ao mês anterior, agosto, quando 34.234 exemplares haviam sido comercializados. No comparativo com setembro de 2021, 34.109 caminhões usados haviam sido vendidos, o segmento registrou queda de 10,86%.


no acumulado do ano, ou seja, de janeiro a setembro, 245.680 exemplares já foram comercializados em todo o Brasil, queda de 20,23% em relação ao mesmo período de 2021, quando 308.004 caminhões foram negociados.

Os dados divulgados pela Fenabrave também apontam as seis marcas que se destacaram no mercado de usados até setembro de 2022. São elas, a Mercedes-Benz que garantiu uma participação de 37,29% nos negócios seguida pela sua principal concorrente, a Volkswagen que alcançou uma participação de 21,94%, a Ford com 16,24%, a Scania com 8,72% de participação, seguida da sua concorrente sueca Volvo com 8,61% e a IVECO com 4,18% de participação nos negócios de usados.

Confira na íntegra os números da FENABRAVE: CLIQUE AQUI


Postar um comentário

0 Comentários