Mercedes-Benz confirma fim da linha Axor no Brasil

Mercedes-Benz/Divulgação

13 modelos da atual linha Axor serão substituídos por 8 novos modelos das linhas Novo Actros e Arocs; Caminhões Mercedes-Benz Axor serão comercializados apenas até dezembro

Google News
Após inúmeros rumores no mercado, dúvidas e incertezas, a Mercedes-Benz confirmou oficialmente nesta quarta-feira, 19 de outubro, o encerramento da produção e comercialização da linha de caminhões pesados Axor. A partir de 2023, a consagrada linha será substituída de forma definitiva pelos modelos Arocs e Novo Actros.


A produção do Axor chegou ao fim com uma história de sucesso, após 17 anos no mercado brasileiro e quase 100 mil unidades vendidas. Estamos seguindo um processo natural de evolução tecnológica de nossos caminhões. Os sucessores Actros e Arocs, que já são muito bem aceitos pelo marcado, irão manter atributos que os clientes já conhecem e aprovaram no Axor, agregando ainda mais valor em qualidade, robustez, tecnologia, desempenho, economia e conforto. Temos certeza que os clientes logo perceberão esses ganhos, como aconteceu com outras famílias de caminhões da nossa marca que foram substituídas naturalmente ao longo dos anos”, explica Jefferson Ferrarez, diretor de Vendas e Marketing Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil.

Revelado ao mercado brasileiro em 2005, a linha Mercedes-Benz Axor construiu desde então uma trajetória sólida e de sucesso no transporte cargas brasileiro, tanto no segmento on-road, quanto no off-road. Prova disso são os 98.000 exemplares emplacados ao longo dos 18 anos de comercialização. Destaque para modelos como Axor 2544 (cerca de 19.000 unidades), Axor 3344 6x4 (mais de 13.600 unidades) e Axor 1933 (mais de 11.500 unidades).

Estamos acompanhando a evolução tecnológica dos produtos e do mercado, que sempre traz novas demandas”, ressalta Jefferson Ferrarez. “E mais: nossos clientes podem desfrutar de vantagens como a plataforma única de caminhões, ganhando com a intercambiabilidade de peças e o conhecimento das equipes de oficina quanto à mecânica e eletrônica dos veículos e suas manutenções".


Como será a substituição dos modelos MB Axor?

On-Road: Segundo a montadora de origem alemã, no segmento rodoviário os clientes dos modelos Axor 1933, 2533, 2036, 2041, 2536, 2544 e 2644 passam a ser atendidos pelos caminhões Mercedes-Benz Actros 2045 4x2, 2548 6x2 e 2651 6x4 com a nova cabine Space (teto baixo).

Off-Road: Já no segmento fora de estrada, clientes do Axor 3344 6x4 terão à escolha o Arocs 3351 6x4. Enquanto o Axor 4144 K 6x4 será sucedido pelo novo Arocs 4151 6x4 K. Já o Axor 4144 K 8x4 será substituído pelo Arocs 4851 8x4 K.


MB Axor 3131 autônomo será o único remanescente
Com direção autônoma, MB Axor 3131 foi projetado para operações de transbordo de cana-de-açúcar Mercedes-Benz/Divulgação
Graças a uma importante parceria com a Grunner, o Mercedes-Benz Axor 3131 será o único exemplar da linha que continuará sendo ofertado no mercado brasileiro, mas apenas como máquina inteligente de direção autônoma que opera 24 horas por dia na colheita da cana-de-açúcar.

Projetado para operações de transbordo de cana e ofertado em versões 6x4 e 8x4, o Mercedes-Benz Axor autônomo se destaca por contar com uma das maiores capacidades de carga líquida do mercado brasileiro, chegando até 20 toneladas de cana picada. Outro grande diferencial do modelo é a elevada conectividade e tecnologia embarcada. A direção autônoma é controlada por um sistema que inclui piloto automático, GPS e georreferenciamento, sendo utilizada exclusivamente nos trechos mapeados da fazenda onde acontece a colheita. 

Juntamente com a Grunner projetamos a venda de um total de 350 unidades em 2022, chegando assim a um volume acumulado de 580 Axor 3131 com direção autônoma no Brasil, reafirmando a aprovação do mercado para esta solução oferecida em parceria com a Mercedes-Benz. Isto significa a maior frota de máquinas inteligentes atuando no setor sucroenergético e vamos continuar em ampla expansão dessa tecnologia nos próximos anos”, completa Jefferson Ferrarez.

Sua opinião
Na sua opinião, os novos caminhões Mercedes-Benz Actros e Arocs substituirão com precisão a consagrada linha Axor ao longo dos próximos anos? Você concorda com a decisão da marca? Responda nos comentários abaixo:


Postar um comentário

0 Comentários