Projeto de lei amplia PBT de caminhonetes e comerciais leves para 3.700 kg

VWCO/Divulgação

Se aprovado, motoristas não precisarão trocar a categoria da habilitação; projeto de lei atualiza Código de Trânsito Brasileiro e garante 200 kg a mais de capacidade de carga

Google News
Após 25 anos sem mudanças, os limites de peso estabelecidos pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB - Lei 9.503/97), podem ganhar em breve uma importante atualização. Trata-se de um aumento no Peso Bruto Total (PBT) permitido para veículos comerciais leves. A mudança é uma proposta do Projeto de Lei (PL) nº 2400/22. 

De autoria do Deputado Federal, Marco Brasil (PP-PR), o PL amplia de 3.500 kg para 3.700 kg o PBT permitido para caminhonetes e comerciais leves, sem a necessidade de alteração da categoria de habilitação, ou seja, estes veículos seguirão podendo ser conduzidos por motoristas habilitados apenas na categoria B.


Para o parlamentar, a tecnologia utilizada atualmente pelas montadoras de veículos não é a mesma de 25 anos atrás, permitindo o transporte de mais peso com segurança. “Os sistemas de freios e suspensão evoluíram de forma notável. Muitas picapes e veículos utilitários contam com modernos sistemas de freio motor por contrapressão no escape, típicos de caminhões, além de controles de tração e estabilidade de alta precisão”, justifica o Deputado Federal. “Esse aparato eleva a estabilidade desses veículos a tal patamar, que lhes permite transportar maiores quantidades de carga sem os mesmos riscos de antes”, acrescenta.

Se aprovado e colocado em prática, o Art. nº 143 do CTB passará a ter a seguinte redação: 

"II - Categoria B - condutor de veículo motorizado, não abrangido pela categoria A, cujo peso bruto total não exceda a três mil e setecentos quilogramas e cuja lotação não exceda a oito lugares, excluído o do motorista;

III - Categoria C - condutor de veículo abrangido pela categoria B e de veículo motorizado utilizado em transporte de carga, cujo peso bruto total exceda a três mil e setecentos quilogramas;

IV - Categoria D - condutor de veículo abrangido pelas categorias B e C e de veículo motorizado utilizado no transporte de passageiros, cuja lotação exceda a oito lugares, excluído o do motorista;"


Próximos passos
Tramitando em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados, o PL 2400/22 será analisado pelas comissões de Viação e Transportes e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Sua opinião
Na sua opinião, o aumento de 200 kg no PBT permitido para caminhonetes e comerciais leves beneficiará o transporte brasileiro sem prejudicar a segurança? Responda nos comentários abaixo:

Confira na íntegra o PL 2400/22: CLIQUE AQUI


Postar um comentário

2 Comentários

  1. E interessante, somente pra quem tem as novas RAM, não precisar alterar a CNH...

    ResponderExcluir
  2. Eu acho uma excelente ideia mas na verdade poderia ser logo 4000 ou 5000 ml...

    ResponderExcluir

Nunca publique suas informações pessoais, como por exemplo, números de telefone, endereço, currículo etc. Propagandas, palavras de baixo calão, desrespeito ou ofensas não serão toleradas e autorizadas nos comentários.