Mercedes-Benz apresenta linha 2023 de caminhões Euro 6

Mercedes-Benz/Divulgação

Caminhões Mercedes-Benz 2023 chegam ao mercado contando com novas versões, motores atualizados e mais econômicos, novas tecnologias e segurança aprimorada

Google News
Em total sintonia com a norma Proconve P8, popularmente conhecida como Euro 6, a Mercedes-Benz do Brasil acaba de relevar a linha 2023 de caminhões. Composta pelos modelos Accelo, Atego, Actros e Arocs, a nova gama se destaca pela presença de motores atualizados com tecnologia BlueTec 6, menos poluentes e mais econômicos, nova transmissão automatizada PowerShift Advanced, novas tecnologias e novos recursos de segurança de série.

Todos os caminhões do novo portfólio asseguram redução de 80% nas emissões de Óxidos de Nitrogênio e menos 50% nas de Material Particulado em relação ao Proconve P7 (Euro 5)”, informa Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “No entanto, iremos entregar muito mais aos nossos clientes. Além da redução nas emissões de poluentes, contribuindo para a proteção ambiental e melhoria da qualidade do ar, trazemos novidades que resultam em economia no consumo de combustível, redução de custos operacionais, mais segurança nas estradas e mais conforto. Dessa forma, asseguramos eficiência e rentabilidade para os clientes, com mais produtividade e bem-estar a bordo para os motoristas”.

A tecnologia BlueTec 6 da Mercedes-Benz trará contribuição muito importante para a qualidade do ar e a preservação do meio ambiente. Esses benefícios serão especialmente notados nas cidades, que poderão desfrutar de um ar mais limpo”, ressalta Roberto Leoncini. “Isso reafirma o compromisso da nossa marca com a mobilidade sustentável e o ecossistema do transporte responsável”.


Accelo
Mercedes-Benz/Divulgação
Sucesso de vendas dos leves aos médios, a linha Mercedes-Benz Accelo contará em 2023 com três novos exemplares. São eles, 817 4x2 (leve), 1017 4x2 (leve) e 1317 6x2 (médio). 

Voltados principalmente para operações de distribuição urbana, transporte em áreas rurais e até mesmo viagens intermunicipais, os caminhões Accelo 2023 contarão com motor OM 924 LA de 163 cv de potência, 610 Nm de torque e apenas tecnologia SCR para tratamento dos gases poluentes (sem EGR). Além disso, o propulsor será combinado com o novo câmbio Mercedes-Benz G70 de 6 marchas em duas versões: automatizada e manual.

O motor OM 924 LA com tecnologia BlueTec 6 ganhou 5% de potência, oferecendo agora 163 cavalos. Além disso, o torque de 610 Nm se estende aos três novos modelos Euro 6”, destaca Jefferson Ferrarez, diretor de Vendas e Marketing Caminhões da Mercedes-Benz do Brasil. “Isso se traduz em melhor desempenho e mais agilidade no trânsito e nas rodovias”.

As novidades da linha Accelo vão além da atualização do trem de força. Internamente destaca-se o revestimento do teto, tacógrafo no teto, novos porta-objetos, coluna de direção ajustável em 13 graus (mais 5 graus para cima e menos 8 graus para baixo), painel de instrumentos com novo display digital de 10,4 polegadas, teclas de navegação, controle eletrônico de levantamento do 3º eixo e alavanca do câmbio automatizado reposicionada na coluna de direção. Externamente, a introdução de espelho auxiliar, espelho frontal de aproximação e DRL (luz diurna de rodagem) de LED, completam a lista de novos atributos.

Os caminhões Mercedes-Benz Accelo 2023 também prometem não deixar a desejar no quesito segurança. Prova disso é a introdução do ESC (Controle Eletrônico de Estabilidade), luzes de frenagem de emergência (ESS) e auxílio de partida em rampa (HSA) na versão com câmbio automatizado. Além disso, os caminhões Accelo vêm equipados com ABS (sistema antitravamento de rodas), ASR (controle de tração) e EBD (distribuição eletrônica de frenagem).


Atego
Mercedes-Benz/Divulgação
Aposta da marca para atender os segmentos de médios e semipesados, a linha Mercedes-Benz Atego segue no portfólio da marca em 2023 e também recebe importantes novidades, desde a atualização do trem de força até a introdução de novas tecnologias.

Agora composta pelos modelos 1419, 1719, 1733 (atual 1730), 2429 6x2 (atual 2426), 2433 6x2 (2430) e 3033 8x2 (substitui o 3026 e o 3030 8x2), além dos modelos off-road 2730 6x4 e 3330 8x4, a família Atego traz sob a cabine duas opções de motorização, OM 924 LA com 185 cv e 700 Nm de torque (apenas para 1419 e 1719), e OM 926 LA 260 cv (900 Nm), 286 cv (1.100 Nm) e 321 cv (1.250 Nm), ambas também contando apenas como tecnologia SCR para tratamento de gases.

Com as maiores potências do OM 926 LA, os caminhões Atego asseguram mais produtividade para o motorista, com excelente desempenho e baixo consumo de combustível, otimizando assim o TCO do veículo. Sem contar o grande diferencial do Atego de ser o mais leve de seu segmento”, ressalta Jefferson Ferrarez. “Dessa forma, proporciona um excelente custo/benefício para os clientes que buscam veículos para as mais diversas aplicações urbanas e de curtas e médias distâncias rodoviárias e rurais”.

Os propulsores ainda poderão ser combinados com as caixas de câmbio manual G90 de 6 marchas, e/ou automatizadas PowerShift Advanced G140 de 8 marchas e G211 de 12 marchas.

Na parte interna das cabines ainda mais novidades. Destaque para novo volante multifuncional, novo painel de instrumentos com display digital, alavanca do câmbio automatizado na coluna de direção, sistema keyless (chave por aproximação e botão start stop. Já na parte externa o espelho frontal de aproximação com aquecimento e  DRL (luz diurna de rodagem) em LED, completam a lista de novos atributos.

Em relação a segurança, a linha Atego 2023 passa a contar com ESC (Controle Eletrônico de Estabilidade) nas versões 4x2 e 6x2, luzes de frenagem de emergência (ESS), auxílio de partida em rampa (HSA) na versão com câmbio automatizado e piloto automático. Além disso, o MB Atego já conta com ABS, ASR e EBD.


Actros
Mercedes-Benz/Divulgação
Além de ser a principal representante da Mercedes-Benz no segmento de extrapesados, a linha Novo Actros também terá a partir de 2023 a importante missão de substituir com precisão a consagra linha Mercedes-Benz Axor. Para isso, a marca revela ao mercado uma nova configuração de entrada que inclui, cabine com teto baixo, batizada de Space, entreeixos mais curto, de 3.250 mm, disponível para os modelos 6x2 e 6x4 suspensão metálica e painel analógico.

Tanto a nova cabina, quanto o novo entreeixos, atendem solicitações de clientes que nos pedem soluções para suas necessidades específicas de transporte”, diz Jefferson Ferrarez. “Ou seja, mais uma vez, estamos seguindo nosso mantra: As estradas falam e a Mercedes-Benz ouve cada voz”. 

No geral, o portfólio Novo Actros segue contando com os modelos 2045 4x2, 2548 6x2, 2648 6x4, 2651 6x4, 2553 6x2 e 2653 6x4, mas com novidades nos propulsores. Destaque para o motor OM 460 LA com potências de 449 cv, 479 cv e 495 cv, apenas tecnologia SCR (sem EGR) e com curva de torque otimizada. Já os modelos 2553 e 2653 passam a sair de fábrica com o novo motor OM 471 LA de 530 cv de potência, freio-motor de alta performance, com 560 cv de potência de frenagem, menores índices de ruído e vibração e retarder opcional.

No quesito tecnologia, a linha Novo Actros 2023 traz a segunda geração do MirrorCam, sistema de câmeras que substitui os tradicionais espelhos retrovisores, agora com suportes mais curtos e próximos da cabine, painel de instrumentos digital com tela principal de 12 polegadas novos bancos pneumáticos nacionais, com revestimento de tecido e vinil, que elevam o conforto para o motorista, e o novo conjunto ótico de faróis em LED, opcional.

A segurança segue sendo destaque com 16 itens de série de avançada tecnologia: ABA 5 – Active Brake Assist (assistente ativo de frenagem), Side Guard Assist (assistente de ponto cego), Attention Assist (assistente de fadiga), assistente de parada Hold, ESC (controle eletrônico de estabilidade), piloto automático adaptativo com limitador de velocidade, Proximity Control (assistente ativo de proximidade), EBS, ASR, ABS, sensor de chuva e iluminação, alarme de ré com luzes intermitentes, Lane Warning System (sensor de faixa de rolagem), Hill Holder (auxílio de partida em rampa, HSA), farol para auxílio em manobras, farol alto inteligente e agora opção de freios a disco.

Isso comprova que sempre inovamos quando o tema é segurança ativa, ou seja, preservar a vida do motorista, o caminhão, a carga e as demais pessoas e veículos nas vias. Reafirmamos assim o compromisso da Mercedes-Benz com o ecossistema do transporte responsável”, ressalta Jefferson Ferrarez.


Arocs
Mercedes-Benz/Divulgação
No segmento fora de estrada, a linha Mercedes-Benz também terá a importante missão de substituir os consagrados exemplares da família Axor. Para isso, a marca aposta na ampliação do portfólio com três novos modelos. São eles, Arocs 3351 6x4 versões Plataforma, Basculante e Cavalo Mecânico, 3353 6x4 Cavalo Mecânico e Arocs 4151 6x4 Basculante, além do já conhecido Arocs 4851 8x4 Basculante.

Com os novos modelos 6x4, nosso portfólio Arocs passa a oferecer soluções para mais operações da mineração, construção civil, grandes obras de infraestrutura e agora também do agronegócio, como o transporte de cana-de-açúcar e madeira, que passam a contar com a cabina mais confortável para estas aplicações”, afirma Jefferson Ferrarez.

Assim como a linha Actros, os novos caminhões Mercedes-Benz Arocs também contam com os propulsores OM 460 LA (495 cv) e OM 471 LA (530 cv), ambos apenas com tecnologia SCR (sem EGR) e combinados com transmissão automatizada Powershift Advanced.

Internamente as novidades ficam por conta dos novos bancos pneumáticos nacionalizados, mais ergonômicos e com 11 possibilidades de regulagens, disponibilidades de 2 apoios de braços com regulagens de altura, além de cinto de segurança integrado ao banco e com regulagem de altura, além da possibilidade de revestimento em vinil.

Os gigantes Mercedes-Benz ainda trazem como opcionais sistema ESC (Controle de Controle de Estabilidade), faróis com luzes de LED e airbag.


Fim da linha Axor
Além de apresentar a linha 2023, a Mercedes-Benz também confirmou oficialmente o encerramento da produção e comercialização da linha de caminhões pesados Axor. A partir de 2023, a consagrada linha será substituída de forma definitiva pelos modelos Arocs e Novo Actros.

On-Road: Segundo a montadora de origem alemã, no segmento rodoviário os clientes dos modelos Axor 1933, 2533, 2036, 2041, 2536, 2544 e 2644 passam a ser atendidos pelos caminhões Mercedes-Benz Actros 2045 4x2, 2548 6x2 e 2651 6x4 com a nova cabine Space (teto baixo).

Off-Road: Já no segmento fora de estrada, clientes do Axor 3344 6x4 terão à escolha o Arocs 3351 6x4. Enquanto o Axor 4144 K 6x4 será sucedido pelo novo Arocs 4151 6x4 K. Já o Axor 4144 K 8x4 será substituído pelo Arocs 4851 8x4 K.



Como fica o portfólio Mercedes-Benz?

Mercedes-Benz/Reprodução

Postar um comentário

0 Comentários