IVECO realiza venda assistida de 20 caminhões Hi-Way movidos a gás

IVECO/Divulgação

Operados em parceria com um grande grupo econômico do setor de terceirização de frotas, caminhões contam com motor FPT Cursor 13 de 460 cv e autonomia para 500 quilômetros

Google News
Em total sintonia com a crescente adoção de práticas ESG (Environmental, Social and Governance) no transporte rodoviário de cargas brasileiro, a IVECO segue investindo no desenvolvimento de soluções cada vez mais sustentáveis, como por exemplo, produtos com tração alternativa. Prova disso é o Brasil Natural Power, programa que tem a missão de desenvolver um ecossistema estruturado e produzir veículos comerciais – cargas e passageiros – movidos a combustíveis alternativos.

Com aporte de R$ 60 milhões, a iniciativa visa atender as peculiaridades operacionais do transporte no Brasil e tem como foco inicial a utilização do gás natural veicular (GNV) e  biometano.


O futuro é construído por ações realizadas no presente, e é com esse pensamento que a IVECO realiza iniciativas concretas, como o Brasil Natural Power, no sentido da descarbonização e da promoção de um transporte mais limpo. A IVECO não para e continuaremos em movimento buscando soluções inovadoras e transformando produtos e serviços em sustentabilidade e produtividade para nossos clientes”, diz Marcio Querichelli, presidente da IVECO para a América Latina.

Na prática, a iniciativa da montadora começa a ganhar as estradas brasileiras com a venda assistida dos 20 primeiros caminhões IVECO Hi-Way NG 6X2 600S46T, equipados com motor FPT Industrial Cursor 13 de 460 cv e 100% movidos a GNV. Os exemplares irão operar em parceria com um grande grupo econômico do setor de terceirização de frotas. 

Também participam do programa a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (ABEGÁS), intermediando a relação com a rede de distribuição para promover a expansão da infraestrutura do gás natural no Brasil; a ZF, com a produção da transmissão que equipa os caminhões; e a Bosch, que reunirá os dados do veículo e utilizará a informação como parâmetro para, em conjunto com a montadora, implementar melhorias na versão de produção em série do produto, baseado nas missões reais monitoradas.


Segundo a montadora de origem italiana, os novos extrapesados movidos a gás contam com autonomia para até 500 quilômetros e serão fundamentais para validar, do ponto de vista do cliente, em missões reais e diversificadas, a experiência do transportador e do motorista com a performance dos veículos.

A IVECO aposta no gás como uma alternativa viável no curto prazo para a redução de poluentes e com TCO atrativo para o transporte de cargas e pessoas. Já temos essa tecnologia consolidada, e ela servirá como ponte para os próximos passos do programa. É importante destacar que o futuro da propulsão alternativa é composto por uma matriz com diversas tecnologias, e as soluções devem ser combinadas pensando nas missões e objetivos dos nossos clientes. Nós, da IVECO, já estamos nos preparando para isso”, explica Bernardo Brandão, diretor de Marketing e de Portfólio de Produto da IVECO para a América Latina.

Mais do que o lançamento de um produto, a IVECO está criando um programa estruturado, com parceiros estratégicos em vários setores para viabilizar a propulsão alternativa para os transportadores brasileiros”, completa Brandão.


Postar um comentário

0 Comentários