Facchini

Randon New R

Volvo testará caminhões movidos a hidrogênio em rodovias europeias a partir de 2025

Volvo/Divulgação

Abastecidos com hidrogênio verde, caminhões Volvo equipados com células de combustível serão empregados em operações reais; autonomia pode chegar até 1.000 km

Google News
A Volvo Trucks confirmou para 2025, o início de testes com caminhões elétricos a hidrogênio em operações reais de transporte pelas rodovias que cortam o continente europeu. A iniciativa se consagra como a segunda fase do projeto de desenvolvimento de veículos de carga que emitem apenas vapor de água e cotam com uma autonomia para até 1.000 km.


De acordo com a montadora sueca, os caminhões elétricos movidos a células de combustível por hidrogênio serão capazes de atender com precisão as operações rodoviárias de longa distância. Além disso, serão uma importante opção para as regiões com limitação nas opções de recarga de baterias.


Acredito que os testes-piloto mostrarão o potencial para caminhões elétricos em rotas longas. Serão realizados em clima severo e nos darão uma grande oportunidade de dirigir com cargas pesadas, de até 65 toneladas”, diz Jessica Sandström, vice-presidente sênior de gestão de produto da Volvo Trucks.

A nova rodada de teste-piloto será fundamental para analisar todas as diferentes características da operação do caminhão, incluindo, além dos componentes, aspectos como dirigibilidade e experiência para o motorista.

Células de combustível geram sua própria eletricidade a partir do hidrogênio a bordo, ao invés de serem carregadas de fontes externas. O único sub-produto emitido é o vapor de água. Os caminhões Volvo usarão duas células de combustível, com capacidade para gerar 300 kW de potência, e terão um tempo de reabastecimento inferior a 15 minutos.


Hidrogênio verde
Em fase inicial de desenvolvimento, a tecnologia de células de combustível é considerada uma importante alterantiva em virtude dos inúmeros benefícios. Entretanto, ainda há alguns desafios, especialmente o fornecimento em larga escala de hidrogênio verde, produzido de fontes de energia renováveis, como eólica, hídrica e solar. Outro ponto a ser superado é a necessidade de uma infraestrutura de abastecimento. Durante os testes-piloto, o abastecimento dos veículos com hidrogênio verde será feito nas garagens das empresas selecionadas.

Nossa expectativa é de que o fornecimento de hidrogênio verde aumente significativamente nos próximos dois anos, já que muitas indústrias dependerão dele para reduzir o CO2. Os caminhões de células de combustível serão importantes para transportes pesados de longa distância dentro de alguns anos”, afirma Jessica.

Já as células de combustível serão fornecidas pela Cellcentric – joint venture entre o Grupo Volvo e a Daimler Truck AG. A Cellcentric construirá uma das maiores instalações da Europa para produção em série de células de combustível, desenvolvidas especialmente para veículos pesados.


NOTÍCIA ANTERIOR PRÓXIMA NOTÍCIA