Fretebras Superior

Volvo fornecerá mais 80 ônibus articulados para a capital chilena

Volvo/Divulgação
Fretebras Post1

Novos ônibus irão operar na Rede Metropolitana de Mobilidade (RED); chassi Volvo B8RLEA carrega consigo uma série de características que atendem as demandas específicas da operação 

Google News
Após ser escolhida como uma das principais fornecedoras de veículos na renovação da frota Euro 6 da capital do Chile, a Volvo celebra agora mais um grande contrato de ônibus em Santiago. A Subus, uma das maiores empresas de transporte da cidade, confirmou a aquisição de mais 80 Volvo B8RLEA articulados. Os novos exemplares serão empregados na Rede Metropolitana de Mobilidade (RED), o sistema de transporte coletivo da capital e um dos mais modernos da América Latina.

Hoje, a Subus conta com 1.108 ônibus pesados, quase todos Volvo. “A empresa valoriza a ótima relação com a nossa marca, com destaque para o nosso suporte de pós-venda e as características únicas dos nossos veículos”, afirma Jose Antonio Margalet, diretor comercial de ônibus da Volvo no Chile.


“Fornecemos ônibus e soluções inovadoras para o sistema da capital chilena desde 2005, quando Santiago criou o modelo integrado de ônibus. A Volvo foi a maior fornecedora de veículos quando o sistema nasceu. Ajudamos a cidade a dar um salto na melhoria da mobilidade urbana, com benefícios que se estendem até hoje”, diz Fabiano Todeschini, presidente da Volvo Buses Latin America.

Atualmente, a RED conta com mais de 5 mil ônibus pesados a diesel em operação, cerca de 30% deles são Volvo. “A exemplo de outras cidades com sistema de transporte planejado, somos marca de referência em chassis de grande capacidade também em Santiago”, argumenta Alexandre Selski, diretor de vendas estratégicas da Volvo Buses na América Latina.

Fretebras Post2

Sobre o Volvo B8RLEA articulado
Para atender com precisão as exigências do transporte público da capital chilena, o chassi Volvo B8RLEA conta com entrada baixa, capacidade para 180 passageiros, motor traseiro de 8 litros e padrão de emissões Euro 6.

O chassi articulado Volvo também conta com tecnologia de última geração, com avançada eletrônica embarcada, sistema de freios eletrônicos a disco, suspensão eletrônica, sistema de gerenciamento de frotas Volvo (Fleet Managment) e I-Coaching (treinador virtual de motoristas).


Os gestores da frota podem também ativar o controle automático de velocidade Volvo, dispositivo que usa a conectividade por GPS para identificar trechos críticos, com altos índices de acidentes, e limitar a velocidade máxima independente da ação do motorista. Aprovada após um ano de uso em Curitiba, no Brasil, onde diminuiu em 50% as colisões com ônibus no BRT local, essa tecnologia pode ser ativada em todos os veículos pesados da marca no continente.

De acordo com o planejamento da montadora, Os 80 chassis Volvo B8RLEA articulados da Subus serão produzidos na fábrica da Volvo em Borås, Suécia e encarroçados pela unidade da Marcopolo na cidade de Cota, na Colômbia. De lá, seguirão para o Chile.

Volvo/Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários