Scania apresenta nova geração de caminhões pesados 100% elétricos

Scania/Divulgação

Com autonomia para até 500 km com uma única recarga, novos pesados Scania contam com motor elétrico de 410 kw (560 cv), cabines R ou S e versões em cavalo mecânico e chassi rígido

Google News
Confiante no potencial da jornada de eletrificação do transporte rodoviário de cargas, nesta sexta-feira, 10 de junho, a Scania deu mais um importante passo em direção a redução das emissões de CO2. A montadora sueca acaba de revelar ao mercado europeu a nova geração de caminhões pesados 100% elétricos e voltados para operações regionais de longa distância.

“Esta introdução representa um marco importante para nós e para nossos parceiros”, diz Christian Levin, CEO da Scania. “Agora estamos aumentando nosso alcance em todas as dimensões, oferecendo novas oportunidades para uma vasta seleção de clientes e todo o ecossistema de transporte. Esses caminhões fazem parte de soluções que contêm todas as capacidades que uma indústria de transporte que anseia por eletrificação está pedindo.” 


Baseada nos três principais da marca, sendo, modularidade, sustentabilidade e economia operacional, a nova geração de caminhões 100% elétricos Scania estreia no velho continente trazendo consigo soluções completas para os clientes, como por exemplo, carregamento, financiamento, seguro e manutenção em dia.

“A adição dessas soluções ao portfólio da Scania é uma grande mudança para os clientes que desejam assumir o controle”, diz Fredrik Allard, vice-presidente sênior e chefe de eletrificação da Scania. “Estamos facilitando uma transição para nossos clientes, incluindo valores importantes para o cliente, como uma parceria próxima e zero emissões”.

Equipados com 624 kw de baterias, quantidade que assegura uma autonomia de até 500 km com uma única recarga, dependendo da configuração e rota, os novos caminhões pesados e elétricos da Scania poderão ser adquiridos com cabines leito R ou S e em duas versões, cavalo mecânico com tração 4x2 ou chassi rígido com tração 6x2/4*. Destaca-se ainda a presença de um motor elétrico de 410 kw, o equivalente a 560 cavalos de potência.


“Enfrentar os desafios globais de CO2 significa que todos nós precisamos produzir e consumir de novas maneiras”, diz Levin. “Reduzir, reutilizar e reciclar sempre foi importante para a Scania. A única coisa que nos separa de uma grande transição para um sistema de transporte livre de fósseis baseado em soluções eletrificadas é uma infraestrutura de carregamento completa, mas também estamos vendo um grande progresso.”

Para ampliar a disponibilidade de pontos de carregamento, a Scania vem se unindo a importantes parceiros ao redor do mundo, afim de oferecer aos clientes soluções completas de recarga que garantem uma experiência perfeita a cada cliente. Ainda segundo a marca, os novos pesados contam com capacidade de carregamento de até 375 kW, o que significa que uma hora de carregamento ampliará em até 300 km a autonomia operacional.

Batizados de Scania 45 R ou S, os novos pesados 100% elétricos já estão disponíveis para encomenda no continente europeu. Entretanto, a produção está prevista para começar apenas no quarto trimestre de 2023.

Scania/Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários