Indústria de implementos rodoviários se mantém estável no primeiro quadrimestre de 2022

Facchini/Divulgação

Mais de 48 mil implementos rodoviários já foram entregues em todo o Brasil nos quatro primeiros meses do ano; segmento de carrocerias sobre chassi se destaca em vendas

Google News
A indústria brasileira de implementos rodoviários encerrou o primeiro quadrimestre de 2022 registrando estabilidade no número de negócios, quando comparado com o mesmo período do ano passado.

De acordo com o balanço oficial da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (ANFIR), 48.224 implementos rodoviários foram emplacados em todo o Brasil de janeiro a abril, leve recuo de apenas 0,86% em relação ao primeiro quadrimestre de 2021, quando 48.643 exemplares foram entregues. 


Considerando cada segmento separadamente, nos quatro primeiros meses de 2022 foram comercializadas 22.156 carrocerias sobre chassi,  alta de 11,50% em relação ao primeiro quadrimestre de 2021, quando foram comercializadas 19.871 unidades. "Parece evidente que as obras de construção civil, sobretudo às ligadas ao mercado imobiliário, contribuíram para o resultado do segmento", avalia José Carlos Spricigo, presidente da ANFIR. "O mercado de Leves experimentou três anos de vendas reprimidas e agora esperamos que retome seu curso", completa.

Já o segmento de reboques e semirreboques chegou ao fim de abril com um total de 26.068 unidades comercializadas, queda de 9,40% em relação ao em relação ao mesmo período de 2021, quando foram comercializadas 28.772 unidades. "O segmento Pesado reagiu com mais agilidade nos últimos dois anos mas tudo indica que agora os clientes estão mais cautelosos em adquirir novos produtos", diz Spricigo."O mercado está à espera de uma reação mais consistente da economia", conclui.


Postar um comentário

0 Comentários