Fretebras Superior

Diesel aumentou: E agora, como empresas podem economizar combustível?

IVECO/Divulgação
Fretebras Post1

Google News 
A alta constante no preço dos combustíveis trouxe mais preocupações aos transportes, embarcadores e frotistas, uma vez que a economia é fortemente impactada e ocorre aumento no preço dos fretes.

No caso de caminhões, o diesel representa no transporte rodoviário entre 30 e 40% dos custos, independente do tamanho da frota. Diante disso, a principal atitude que as transportadoras devem adotar é saber, com precisão, a média de consumo dos veículos e se os motoristas estão dirigindo dentro de parâmetros adequados ou não. Entre essas normas, estão aceleração/desaceleração bruscas, motor ocioso, “banguelas” e excesso de velocidade.


Além disso, outros pontos devem ser observados, como qualidade da manutenção, calibragem dos pneus, troca de óleo etc.

De acordo com Eliel Fernandes, CEO da Buonny, a tecnologia é fundamental para a redução dos gastos com combustíveis. “Com o uso da telemetria embarcada, empresas conseguem reduzir custos que impactam diretamente em sua rentabilidade”, diz.

Fretebras Post2

Conscientização
A tecnologia é imprescindível para quem trabalha com transporte e logística, atualmente, pois ela permite medir os resultados e o comportamento dos motoristas e, dessa maneira, trabalhar no sentido de melhorar os indicadores. Isso quer dizer que é possível saber como os motoristas estão dirigindo (velocidade alta, freadas e acelerações bruscas, pé no acelerador mesmo com o veículo parado etc.) e, assim, criar campanhas internas para treiná-los.

Com treinamentos, motoristas passam a dirigir de forma consciente e contribuem grandemente para dois pontos importantes: redução de gastos e segurança.

“As empresas precisam se conscientizar sobre a importância da tecnologia embarcada, pois ela reduz drasticamente despesas com combustíveis e demais custos operacionais. Por meio dela, é possível ter uma gestão de frota inteligente, segura e totalmente eficiente, o que, certamente, é um diferencia competitivo”, enfatiza Ivan Soares, engenheiro especialista em telemetria, na Newtec Telemetria.

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários