Fretebras Superior

Scania suspende vendas de caminhões por 6 meses em três países europeus

Scania/Divulgação

Medida se faz necessária diante da falta de componentes, elevado número de pedidos parados e disparada de custos; encomendas de caminhões elétricos seguem mantidas


A Scania surpreendeu o mercado europeu nesta semana ao anunciar a suspensão temporária da venda de caminhões na Bélgica, Holanda e Luxemburgo, países atendidos pela Scania Benelux. A informação foi confirmada pela própria montadora nesta quinta-feira, 17 de março, durante a apresentação do balanço de 2021.

De acordo com a montadora sueca, a encomenda de novos caminhões movidos a diesel permanecerá suspensa ao longo dos próximos seis meses, ou seja, neste período, apenas caminhões elétricos poderão ser adquiridos pelos clientes .

A decisão tomada pela marca se faz necessária devido a redução forçada da capacidade de produção, diante da frequente escassez de componentes, e ao elevado número de pedidos recebidos nos últimos meses, que ainda não foram entregues. Somente em 2021, montadora sueca se viu obrigada a reduzir em pelo menos 30% a capacidade produtiva, devido a falta de matérias-primas.


Ainda segundo a Scania, a falta de previsibilidade de custos, especialmente após a disparada de preços dos combustíveis e o avanço da Rússia sobre a Ucrânia, também vem dificultando a comercialização de novos caminhões, devido ao elevado risco de se atingir preços impraticáveis, que inviabilizariam novos negócios.

Neste período de seis meses, a montadora sueca concentrará esforços no atendimento das encomendas já realizadas pelos clientes belgas, holandeses, luxemburguêses, afim de reduzir de maneira considerável o longo prazo de entrega existente atualmente e que em alguns casos chegou próximo aos 20 meses. 

Ainda segundo a marca, os demais mercados da Europa e o Brasil, seguem com as vendas mantidas normalmente e analisando caso a caso, buscando atender os clientes mesmo diante das dificuldades.

Outras montadoras do continente europeu também vem sendo duramente afetadas pelas inúmeras incertezas de mercado, entretanto, a Scania Belelux é a primeira a anunciar medidas para contornar os desafios existentes.


Postar um comentário

0 Comentários