Fretebras Superior

Transportadoras economizam R$ 26 milhões em tributos com tecnologia de gestão de abastecimentos

Getty Images

Valor é o total do crédito gerado em 2021 em favor dos clientes da empresa no ato do abastecimento de combustível e apurado com o uso do cartão; TruckPag entrega aos clientes as notas checadas referentes ao abastecimento, permitindo que elas realizem a compensação legal

Google News
A TruckPag, start-up de Meios de Pagamento focada em Gestão de Frotas, criou as condições para os seus clientes economizarem R$ 26 milhões em 2021. O valor refere-se ao imposto que pode ser legalmente compensado pelas empresas no abastecimento de combustível. “Em termos práticos o crédito tributário permite que a empresa faça o abatimento ou restituição do valor do imposto dentro do prazo estabelecido”, diz Fernanda Bortoluzzi Lorenzetti, CRO (diretora de Receita) da TruckPag que completa: “tudo é feito dentro da lei e fazendo valer o direito das transportadoras”.

O valor de R$ 26 milhões corresponde a aproximadamente 15% do total de imposto recolhido em 2021 no ato do abastecimento pelos clientes do Cartão TruckPag, ferramenta para controle e gestão de abastecimento de combustível e demais itens de manutenção veicular. No ano, foram transacionados, pelas 297 empresas que utilizam o cartão, R$ 183,7 milhões em operações de abastecimento. Em 2020, o volume de transações chegou a R$ 52,3 milhões e o número de clientes era menos da metade: 125 empresas. “Esse crescimento na base de clientes mostra o interesse cada vez maior das transportadoras em gerenciar de forma inteligente seus gastos com abastecimento”, afirma Fernanda. 

A TruckPag presta suporte às transportadoras para aplicação de economia tributária, contribuindo com a redução do gasto com abastecimento do diesel. A empresa realiza gratuitamente a conciliação da emissão das notas fiscais referentes ao custo do combustível pago pelas transportadoras, para que o PIS/Cofins referente ao abastecimento seja compensado. A compensação é possível porque esse tributo é apurado e recolhido pelas transportadoras dentro de sua operação cotidiana.


“Conciliação” é o termo que indica a checagem da veracidade dos documentos fiscais e “compensação” é a possibilidade que as empresas têm de restituir, recuperar ou utilizar valores pagos anteriormente ou de forma equivocada para quitar débitos. “As transportadoras recolhem PIS/Cofins quando faturam seus serviços e é considerado como insumo essencial a sua operação, e isso permite esse ajuste”, explica a CRO da TruckPag. 

A empresa checa as notas fiscais de alguns itens referentes a operação de abastecimento de combustível como valor do litro, total abastecido, litragem do que foi adquirido, data da realização do abastecimento e CNPJs envolvidos – da transportadora e do posto de abastecimento.

A checagem das notas fiscais é benefício contratual oferecido pela TruckPag e por isso não cobra a mais pelo serviço. “É um direito do cliente e como seu parceiro buscamos zelar pelos interesses dele”, afirma a executiva. O perfil de clientes atendidos pela TruckPag varia de frotas com cinco caminhões a até empresas com 200 veículos.

FONTE: Divulgação

Postar um comentário

0 Comentários