Fretebras Superior

Sem motorista: Rodotrens de 425 toneladas 100% autônomos circularão na Austrália

Mineral Resources/Divulgação

Formados por um cavalo mecânico combinado com três semirreboques basculantes, rodotrens autônomos circularão em comboios de até cinco conjuntos

Referência no segmento de mineração australiano, a Mineral Resources (MRL Group) anunciou neste mês, um novo passo em direção a automação e otimização das operações de transporte rodoviário de cargas no segmento. Em parceria com a Hexagon, empresa mundialmente conhecida por soluções de alta tecnologia, a MRL Group iniciará operações com rodotrens de até 425 toneladas de Peso Bruto Total Combinado (PBTC) 100% autônomos. 

De acordo com a companhia, a configuração até então inédita no mundo, irá operar em comboios formados por cinco cavalos mecânicos, sendo, cada um combinado com três semirreboques basculantes. Os testes operacionais estão previstos para ocorrer no decorrer dos próximos dois anos no oeste australiano, mais precisamente no Projeto de Minério de Ferro Ashburton Hub.

Essa não será a primeira vez que a companhia irá operar gigantes rodoviários totalmente autônomos. Na Austrália Ocidental, mais precisamente em Yilgarn, a MRL Group já conta com a circulação de rodotrens de 385 toneladas sem motoristas, comprovando assim os inúmeros ganhos operacionais e econômicos. 


“Nos últimos anos, implementamos uma série de novas tecnologias que aumentaram a segurança e a eficiência operacional de nossa frota de transporte rodoviário de cargas, reduzindo os riscos de fadiga do motorista e aumentando a disponibilidade da frota. Os rodotrens autônomos nos levarão ao próximo nível novamente. Eles fornecem uma solução segura e econômica para o transporte de minério, que é a chave para destravar toneladas paradas em nossas operações”, destaca Mike Gray, CEO da MRL Group.

“Os veículos autônomos estão revolucionando a maneira como trabalhamos hoje e no futuro, e a Hexagon tem muito orgulho de fazer parte dessa revolução”, disse Ola Rollén, presidente e CEO da Hexagon. “Nosso contrato com a MRL solidifica ainda mais o compromisso da Hexagon com a mobilidade autônoma e com o cumprimento dos requisitos de segurança e produtividade de nossos clientes.”


Postar um comentário

0 Comentários